Notícias às 03:01

Amber Heard doou ou não dinheiro de divórcio de Johnny Depp?

Johnny Depp e Amber Heard posam para as câmeras

Reprodução/Instagram

Johnny Depp venceu uma nova batalha legal contra sua ex-esposa Amber Heard, de acordo com o jornal USA Today. O ator vinha há algum tempo exigindo que a atriz comprovasse que realmente doou à caridade os US$ 7 milhões que ela ganhou em seu processo de divórcio. Agora, a American Civil Liberties Union (ACLU) deve provar as doações de Heart sob o acordo de divórcio com Depp.

O ator recebeu uma moção para determinar se a atriz de “Aquaman” doou ou não o valor recebido para uma instituição de caridade.

A decisão, proferida por um juiz de Nova York, exige que essa associação forneça documentação suficiente confirmando se Amber Heard deu ou não à organização sem fins lucrativos uma doação dos US$ 7 milhões que recebeu.

Veja+: Fãs da Disney pressionam empresa para verem Johnny Depp

Um advogado do ator disse em depoimento ao jornal USA Today:

“Sr.Depp está muito satisfeito com a decisão do Tribunal”, alegou.

Essa é uma vitória de Johnny Depp contra sua ex, já que ele alega que ela não doou nada do valor que recebeu.

Uma fonte da revista Star disse no ano passado que dos US$ 7 milhões, Amber doou apenas US$ 100 mil. Só que essa informação nunca foi confirmada.

DEPP DE VOLTA AO TRABALHO

Em abril passado, Johnny Depp voltou ao batente. Ele visitou a Espanha para promover seu novo filme Minamata, drama onde interpreta ao fotógrafo de guerra W. Eugene Smith.

Durante a promoção do longa, o ator de 57 anos foi visto bastante tranquilo e sorridente conversando com a imprensa local.

Ele participou no dia 16 de abril do Festival de Cinema BCN 2021, e foi fotografado no Hotel Casa Fuster em Barcelona, na companhia do diretor do longa e seu elenco.

Minamata conta a história do repórter americano William Eugene Smith (interpretado por Depp), que ganhou fama fotografando nas linhas de frente durante a Segunda Guerra Mundial.

Na história, dirigida por Andrew Levitas, o homem, que vivia como um recluso, volta ao Japão à pedido do editor da revista Life que pede sua ajuda para documentar o efeito devastador do envenenamento por mercúrio nas comunidades costeiras.

No Brasil, o filme ainda não tem data de estreia.

Veja+: Amber Heard limita comentários na web