Notícias às 19:00

Amigo revela que neto de Elvis Presley se sentia pressionado

Reprodução/Instagram

O músico Brandon Howard, que foi amigo do neto de Elvis Presley, Benjamin Keough, que se matou semana passada com um tiro no torso, contou à revista People que o rapaz não estava bem.

Aparentemente, a pressão de carregar o legado de Elvis Presley na família foi demais para o neto do lendário rockeiro.

Howard disse à publicação que Benjamin 'lutava por ser de uma famosa linhagem musical', e que isso 'absolutamente contribuiu' para a sua morte no último domingo (12).

"Esse tipo de pressão é definitivamente parte do que aconteceu… É difícil quando você é pressionado pela família e tem que viver por um nome e uma imagem. É muita pressão. É como se você fosse pressionado a ser músico, a ser ator. Era bom ter ele por perto, descobrindo seu próprio mundo e tendo seus próprios amigos. Você nunca sabe qual é o gatilho de alguém. Você nunca sabe… É tão aleatório", afirmou.

Howard também revelou que seu amigo lidava com a depressão:

"As vezes ele lidava com a depressão, o que é algo sério, ainda mais com essa pandemia e tudo que está acontecendo no momento, com todo mundo trancado em suas casas. É demais. Eu queria ter estado lá", lamentou.

E, apesar disso, Howard disse que Keough era um amigo devotado: "Ele sempre estava lá para todo mundo. Em qualquer situação, ele era aquele que ficava no sofá com você por dias até você se sentir melhor", revelou.

"Como adultos, temos esse tipo de irmandade e respeito", Howard disse. "Sempre sentimos que somos quem somos, e que precisamos ser melhores para as diferentes pessoas ao nosso redor. Ele era o cara com quem eu falava quando aconteciam diversas coisas, e quando tinha questões sobre quem sou e de onde eu vim".

Além disso Howard disse que seu amigo era um 'chef excelente', e uma pessoa 'maravilhosa' com a 'risada mais louca' que havia.

"Eu quero que as pessoas saibam que ele era humilde. Ele não era uma criança mimada. Ele era humilde, muito generoso, amável, especialmente com seus amigos", conta.

Morte

A polícia de Los Angeles confirmou que Benjamin Keough, filho de Lisa Marie Presley e neto de Elvis Presley, se matou atirando contra seu próprio torso, no início da manhã de domingo (12) em sua luxuosa mansão em Calabasas, Califórnia.

De acordo com o site americano TMZ, a namorada do rapaz estava com ele, e possivelmente o suicídio aconteceu depois de uma briga do casal.

Os vizinhos relataram ouvir uma mulher gritando em voz alta: "Não faça isso", e então um tiro foi ouvido. Acredita-se que a jovem mulher no local tenha sido a namorada de Keough.

"Eu podia ouvir alguém falando muito alto no quintal. Olhei para fora e vi a namorada do lado de fora conversando com a polícia, e ela estava histérica dizendo 'não acredito, não acredito, não acredito nisso… como fez isso consigo mesmo?'".

Chorando, a namorada disse: "A família vai me odiar e eles vão me culpar", contou um vizinho, acrescentando que ela se sentiu culpada pelo que havia acontecido. "Isso foi por volta das 6h30 às 7h da manhã. Eles ficaram lá por cerca de uma hora conversando", disse ele.

O vizinho disse que acreditava que a mulher, que eles viam regularmente com Benjamin, era sua namorada e que namoravam há pelo menos dois anos.