Notícias às 12:10

Ana Maria Braga solta o verbo sobre vacina e homenageia Tarcísio Meira e Paulo José

Foto: Reprodução/ TV Globo

Em menos de 24 horas o país perdeu dois ícones da teledramaturgia e Ana Maria Braga abriu o “Mais Você” nesta sexta-feira, 13 de agosto, reverenciando o talento de Paulo José e Tarcísio Meira. A apresentadora de 72 anos destacou que estava triste com morte de Paulo e levou um choque com a partida de Tarcísio. Ela estava em uma reunião quando viu o anúncio feito por Fátima Bernardes, no “Encontro”.

“Caí pra trás. Sabíamos que o estado dele inspirava cuidados, mas meu nome é esperança, a morte é sempre uma triste surpresa”, disse a loira

Ana Maria exibiu uma das cenas de Tarcísio Meira e Paulo José juntos na novela Um Anjo Caiu do Céu (2001).

“Esse tempo passou em um piscar de olhos, foi mais cedo do que pensávamos. Uma sexta-feira muito triste”, lamentou.

TONY RAMOS SE EMOCIONA E CHORA

Após exibir uma breve retrospectiva da carreira dos falecidos atores, a loira fez uma chamada de vídeo com Tony Ramos. Visivelmente abalado, o ator comentou sobre os dois e chorou. O artista destacou que apesar de não ter com Paulo José a proximidade que tinha com o marido de Glória Menezes, mantinha uma admiração profunda por ele.

“Você falou que seu nome é esperança e você tem o xará, porque meu nome também é. E eu acrescento fé. É uma dor que não se supera, tem que aprender a administrar. E a vida vai continuar. Eu falo muito em Deus, me permitam. É ele quem me dá um norte, e Tarcísio está lá, se existe uma vida eterna”, disse Tony, com os olhos marejados.

O ator, que estreou na Globo em 1977, na novela “EspelhoMágico”, na qual contracenou com Tarcísio Meira e Glória Menezes, revelou que chamava Tarcísio de “Comprido” e falou de seu sentimento.

“Dor não se supera, nós administramos, e a vida continua, pois ela precisa continuar. Deus me dá o norte, me conduz e está junto a Glória e a toda família. Se existe a vida eterna, Tarcísio está ao lado de companheiros e companheiras. Vou me lembrar dos nossos jantares, das risadas amplas que nós dávamos, do homem determinado, pioneiro e muito discreto”, disse.

BRUNA LOMBARDI E LETÍCIA SABATELLA RELEMBRAM TRABALHOS

Par romântico de Tarcísio Meira em “Roda de Fogo” (1978), Bruna Lombardi deixou o seu recado sobre o falecido ator.

“Tarcísio foi um pai maravilhoso, um marido lindo, um colega generoso e um ator inesquecível. Ele estará sempre em nossos corações. Hoje tem uma estrela a mais no céu!”

Letícia Sabatella, que contracenou com Tarcísio Meira e Paulo José, na minissérie “A Muralha” (2000), falou do orgulho e da honra de ter podido estar em cena com os mestres:

“‘A Muralha’ foi uma escola para mim, um trabalho intenso. Estive em cena com dois gigantes.”

VACINA JÁ!

No “Mais Você” desta sexta-feira 13 de agosto, Ana Maria Braga rebateu comentários negacionistas sobre a vacina contra a Covid-19, e destacou que a morte de Tarcísio Meira se deu em razão das complicações da doença. O artista de 85 anos havia recebido as duas doses do imunizante.

A loira reforçou o discurso científico e lembrou que as vacinas, em massa, são importantes para a proteção de toda a população. A apresentadora também lembrou que teve a doença já vacinada, no mês passado, mas somente teve sintomas brandos.

“Como sabem, tive Covid um mês atrás e se não tivesse tomado vacina, por conta das minhas comorbidades, provavelmente não estaria conversando com vocês aqui agora. Tem que se discutir é por que essa vacina não chegou antes no Brasil, por que que mais gente não está imunizada há mais tempo para que se tenha menos possibilidade de infecção de outras pessoas”, desabafou.

Conforme OFuxico destacou, nenhuma vacina protege 100%.  As pessoas completamente vacinadas representaram somente 3,68% das mortes por covid-19 que ocorreram no Brasil entre 28 de fevereiro e 27 de julho.