Notícias às 03:00

André Valadão prepara o Virada Orlando e deve receber mais de 12 mil pessoas

andre valadao
Arquivo Pessoal

O Virada Orlando, que vai reunir grandes nomes do gospel no Réveillon dos Estados Unidos, promete muita fé e encontro com Deus. Essa é a proposta de André Valadão, organizador do evento que pretende receber mais de 12 mil pessoas no Addition Arena. Cantores nacionais e internacionais passarão pelo palco da festa que marca uma das maiores comemorações de fim de ano para brasileiros fora do Brasil na história da América.

“Estamos muito motivados e felizes com a Virada Orlando. Será uma grande celebração espiritual, uma grande força para começar 2024 com muitas bênçãos. Estamos ansiosos, com ótimas expectativas. Será uma experiência inesquecível”, disse o pastor.

Entre as atrações estão artistas como Kari Jobe e Cody Carnes, Tiffany Hudson, Ana Paula Valadão, Deive Leonardo, Fernandinho, John Bevere, Victor Hugo, Ronny Oliveira, Marcelo Marques, André Fernandes e Morada. A classificação é livre.

Em 2023, 12 mil pessoas se reuniram para o Virada Orlando e, para esta nova edição, o objetivo de Valadão é que o público seja ainda maior. “Ano passado foi um sucesso! Esse evento se consolidou como uma referência para a comunidade brasileira e latino-americana que busca uma celebração diferenciada e edificante para iniciar o ano com o pé direito”, ressaltou.

A reportagem de OFuxico conversou com Léo Neves, Gestor de Eventos da Lagoinha Global, que deu detalhes do evento.

OFuxico: A Virada Orlando promete ser um marco para a história da igreja. Foi difícil escolher quais pregadores e cantores iriam participar do evento?
Léo Neves:
“Nós produzimos esse evento durante todo o ano, buscando cada preletor e banda que fará parte da próxima edição da Virada Orlando. Tenho certeza que os 14 convidados do evento entre speakers e grupos estão sendo trazidos por Deus para tornar nossa virada de ano realmente inesquecível.”

OFuxico: A cada ano que passa a Igreja Batista da Lagoinha nos EUA ganha mais membros e mais força. Como você avalia este 2023?
Léo Neves:
Para nós, 2023 foi o ano das portas abertas, tanto na América quanto em toda Lagoinha Global. Vimos o agir de Deus em cada igreja que nasceu neste ano na América, onde já somos mais de 20 templos e temos a certeza que o que Deus tem para os brasileiros na América está apenas começando. Nessa virada iremos declarar juntos com mais de 12mil brasileiros que 2024 sera o ano da compaixão.

Notícias Relacionadas