Notícias às 19:00

Angelina Jolie vai dirigir Tom Hardy no cinema

Reprodução/Instagram

Angelina Jolie anunciou que vai dirigir um novo filme biográfico chamado Unreasonable Behaviour, sobre a vida do jornalista fotográfico Don McCullin, que será protagonizado por Tom Hardy. Segundo o site Deadline, McCullin, um fotógrafo heróico que dedicou sua carreira a fotografar imagens da guerra, de conflitos e da pobreza, foi reconhecido especialmente por suas fotos que cobriram crises no Vietnã e na Irlanda do Norte. 

Em um depoimento publicado pelo Deadline, Jolie declarou que ficou 'honrada por ter uma chance de levar a vida de Don McCullin aos cinemas'. 

Ela explicou: "Fui atraída por essa combinação única de destemido e humano – o comprometimento absoluto dele em mostrar a verdade da guerra, sua empatia e respeito por todos que sofreram as consequências". 

Jolie disse que vai mostrar um filme tão comprometido quanto as fotos feitas por Don: "E também mostrar as pessoas e eventos extraordinários que ele testemunhou, e a ascensão e queda de uma era única do jornalismo", justificou. 

McCullin compartilhou sua confiança em Jolie no mesmo depoimento: "Vendo o último filme de Angelina no Camboja (e tendo passado tanto tempo lá durante a guerra), fiquei muito impressionado em ver como ela fez uma representação poderosa e acurada do local naquele momento". 

Ele acrescentou: "Eu sinto que estou seguro em mãos capazes e profissionais com ela". 

Tom Hardy e seu sócio Dean Baker vão produzir o filme e sobre a direção de Angelina Jolie eles comentaram: "Don McCullin é alguém por quem temos profundo respeito. Sua história é de honestidade brutal, coragem inabalável e empatia. Estamos emocionados com a visão de Angelina e esperamos ajudá-la na representação de um homem que merece ser lembrado por sua extraordinária contribuição, serviço e trabalho à humanidade".

 Termina namoro de Brad Pitt e Nicole Poturalski

Em meio a polêmica, Angelina Jolie prepara volta ao cinema

Angelina e Brad Pitt

 

Brad Pitt fez um último esforço para acertar suas diferenças com a ex-esposa Angelina Jolie, segundo revelou o jornal The Sun. O ator foi visto visitando a casa da atriz em Los Angeles. O casal, que está envolvido em uma batalha pela custódia de seus seis filhos, continua tentando uma resolução para essa triste situação. 

De acordo com a publicação, a estrela de Once Upon a Time in Hollywood se reuniu pessoalmente com Angelina Jolie para resolver os problemas relacionados a essa batalha judicial, esta semana. 

Pitt e Jolie, que brigam mutuamente desde seu divórcio em 2016, estão atravessando um período amargo em suas vidas por conta desse desentendimento: ela quer ser quem decide quando, onde e como Pitt pode ver as crianças, e o ator quer que seja uma guarda compartilhada, metade do tempo ela e metade do tempo ele. Isso é o que Angelina não aceita. 

"Ela quer poder ir e vir com os filhos sem ter que dar satisfação, ela tem viagens, trabalhos, compromissos em outros países, e não quer ter que pedir permissão para Brad", contou um informante. 

No mês passado o término ficou mais agravado quando o ator de 56 anos e sua ex-esposa pediram às testemunhas que fossem interrogadas perante um juiz privado durante o julgamento de seu caso. 

Um meio de comunicação afirmou que Brad Pitt foi visto visitando a casa de Jolie, para conversar, supostamente, sobre a situação.