Notícias às 09:45

Anitta bate boca com deputado em live: ‘Não está do nosso lado’

Reprodução/Instagram

Na noite da última terça-feira (5), Anitta fez uma live com o deputado Felipe Carreras (PSB-PE) para falar sobre uma emenda proposta por ele a uma Medida Provisória que, segundo a classe artística, pode ser prejudicial ao recolhimento dos direitos autorais dos compositores.

Atual affair de Anitta, Gui Araújo comemora conquista na web

A conversa durou pouco mais de 50 minutos, mas o que era algo tranquilo, passou a ser bem mais tenso ao longo do debate.

Para a classe artística, a emenda da MP 948 sugere que, tirando o intérprete, ficaria proibida a cobrança de direitos autorais. Por exemplo, se a música tocasse em bares, restaurantes, festa, entre outros, os profissionais envolvidos na composição da música não receberiam por isso.

Anitta brinca: 'Não nasci com o dom da beleza de Mari Gonzalez'

Já para o deputado, caso a sugestão de emenda seja aprovada, “o produtor vai saber exatamente quanto vai pagar, o artista vai ter conhecimento de quanto será cobrado em direito autoral e o compositor terá, de forma muito clara e transparente, a informação de quanto poderá receber de direito autoral. Todos ganham porque o processo ficará claro e de fácil entendimento”.

Com duas visões antagônicas, já dá para imaginar como foi o bate-papo, né?

Saiba o que rolou entre Anitta e seu novo affair, Gui Araújo

A lei atual diz que os contratantes é que arquem com o valor dos direitos autorais, onde transferem um percentual em média de 10% da bilheteria para o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição). A emenda de Carreras propõe diminuir o repasse para 5% sobre o valor do cachê dos artistas.

"Eu não encaro como se você estivesse do nosso lado (os artistas). Porque assim, como eu te falei, esse é um momento que não condiz, principalmente na MP 948, que é uma MP de urgência, que é sobre a toda a dificuldade que todas essas pessoas estão passando nesse momento de coronavírus… Usar essa MP de urgência para colocar essa questão de direito autoral, é uma coisa que não faz muito… Que não é o momento", disse Anitta, após o deputado dizer que estava do lado da classe artística.

Carreras disse que é aberto ao diálogo, mas Anitta fez uma ressalva. "Para mim, só é diálogo quando a gente tem a opção antes de a coisa ser feita. Se a gente não tivesse sempre fiscalizando e vendo o que tá rolando, a gente não ia ter a oportunidade de lutar para reivindicar isso", afirmou.

Foi aí que a coisa esquentou ainda mais, já que Anitta quis encerrar a live. "Agradeço demais a sua disponibilidade de tempo", mas Carreras relutou a se explicar.

"Em primeiro lugar, estou à disposição do diálogo. Em segundo lugar, eu falei com a representante do Ecad que tem a outorga, que fala por vocês, porque eu não consigo falar com todo mundo. Com você eu posso falar amanhã, depois, com outros artistas, estou à disposição. Estou à disposição do diálogo, estou do lado de vocês".

“Essa é uma coisa que a gente não vai concordar, e a gente não vai acabar esse debate jamais. Então, obrigada pelo seu tempo, a gente continua aí lutando, você puxa daí, a gente puxa daqui, e vamos ver o que acontece", afirmou Anitta.

Anitta e Gabriela Prioli farão live para ‘explicar política’

Confira o vídeo!