Notícias às 11:29

Ariadna relata perrengues em No Limite: ‘Unhas podres e bafo de defunto’

Reprodução/Instagram

Tá repreendido! Depois de passar algumas semanas confinada no Ceará passando por perrengues durante as gravações de “No Limite”, Ariadna, terceira eliminada do reality show, aproveitou a última quinta-feira (27) para relembrar um clique de uma viagem para Saint Tropez. Toda produzida, a integrante da tribo Calango brincou com a super produção no look depois de tantos dias sem cuidar da vaidade no reality de sobrevivência e relembrou os desafios que enfrentou no período em que esteve confinada.

“Depois de dias com um cheiro de cecê babado, várias caspas, unhas podres, bafo de defunto, com ranço no rego e dias difíceis No Limite, um #tbt pra eu lembrar da existência de minha dignidade. Linda e plena em Saint Tropez ano passado”, escreveu ela na legenda do post.

Nos comentários, amigos e seguidores se divertiram com as afirmações e rasgaram elogios à ex-BBB. “Ryca”, disparou um. “Linda e cheia de luz”, elogiou outro. “Européia ela”, comentou Guilherme Napolitano

De volta das gravações, Íris Stefanelli tenta esclarecer briga com Ariadna

Ariadna e Íris Stefanelli trocaram algumas farpas no acampamento da tribo Carcará, que foi exibida no segundo episódio de No Limite. Nesta terça-feira (25), a terceira eliminada participou do Bate Papo No Limite, no Globoplay e voltou a falar que ficou incomodada com o que a apresentadora falou sobre as opções de vida, antes da pessoa optar pela prostituição.

Nesta quarta-feira (26), todos os participantes do reality voltaram para casa, com o fim das gravações no Ceará. Ao saber do burburinho envolvendo as duas, Íris gravou um vídeo e publicou em seu perfil no Instagram.

"Gente, tô aqui no aeroporto, toda manchada de sol. Acabei de pegar meu celular, dá vontade de chorar de tanta emoção. De ver meus cachorros. Meus cachorros estão muito lindos”, começou ela.

“Gente, deixa eu falar agora, porque não vou aguentar. Fiquei sabendo da história da Ari. Misericórdia, Jesus Cristo, meu Deus… Nossa conversa era o seguinte: sobre altos e baixos da vida de artistas. Hoje você tá empregado, amanhã não tá. Hoje tem emprego e amanhã não tem. Revista fecha, revista abre, muda pra Instagram… Daí eu falei: 'o melhor caminho pra gente é estudar. É tentar manter um curso paralelo'.

E ela pegou e falou: 'mas no meu caso…'. Mas eu não estava falando no seu caso Ari. Estava falando da vida do artista. Tô assim! Vou chegar em casa hoje… Não sou de passar sabão em nada e nós vamos colocar esse papo limpinho. Tem que ser justo, né? Tenho um irmão homossexual. Vocês estão de brincadeira. Ainda bem que não foi num nível tão grande. Mas fiquei chateada".

Logo em seguida, ela contou um pouquinho da experiência que viveu participando do jogo.

"No mais, eu sabia que não ia ser fácil. Amei o programa. Chorei muito no primeiro dia naquela chuva. Feli: ‘Deus, é um sonho, queria estar aqui. Sou guerreira’. Fiz uma amizade tão grande com a Elana… O carinho no geral foi muito bom. Até com a Ari, foi muita conversa produtiva. Foi muito legal a nossa conversa. Tivemos conversas gostosas, de aconselhamentos de coisas boas pra vida. Então, acredito que isso foi uma coisa muito chata, mas que venha muita coisa boa agora", disse e finalizou:

“Foi lindo hoje. Abracei a Ari e ela me abraçou. É uma amizade que fica. Cada um tem uma vida. Um respeita o outro. E isso é o mais importante na vida.”

TUDO SOBRE "NO LIMITE 5"

Após desavenças em No Limite, Ariadna faz elogios a Iris Stefanelli