Notícias às 16:18

Ativista LGBT conversa com Caio Castro após vídeo polêmico: ‘Ele quis saber onde errou’

Reprodução/Instagram/Divulgação

Depois de sua estreia na Porsche Cup como piloto, Caio Castro compartilhou um vídeo polêmico, onde um pastor opina sobre o casamento homoafetivo e usando expressões consideradas lgbtfóbicas.

O OFuxico procurou com o ativista LGBTI+ e suplente de Deputado Estadual em São Paulo, Agripino Magalhães, e ele revelou que teve uma conversa franca com Caio Castro sobre o ocorrido.

“Como ele é um grande ator, que já fez papéis LGBTI+, inclusive, tem grande influência nas pessoas que tem a mente fechada que acham que o casamento entre pessoas do mesmo sexo é errado”, disse Agripino.

O ativista ainda acrescentou que o ator quis postar o vídeo na intenção de apoiar a causa LGBTI+ e proliferar o respeito com relação à comunidade, mas que não foi bem isso que aconteceu.

“Eu falei para ele que nenhum religioso tem o direito de falar de relacionamento LGBTI+, que é o casamento civil igualitário entre pessoas do mesmo sexo. Eu sou católico apostólico romano e todo mundo sabe que o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo, a igreja católica não celebra, porque isso é algo de muito valor para ela”, alertou Magalhães.

O ativista ainda afirmou que há muito preconceito nas falas do pastor, ao contrário da imagem que pode ter passado para algumas pessoas.

“A fala do pastor incita que nenhum LGBTI+ pode casar, ele só incita mais o ódio, ele só aponta que nós não temos esse direito, é uma fala de machismo. Quando ele fala que não concorda, mas aceita, ele não tem que concordar, porque não é ele que vai se casar. Nós lutamos muito para que pudesse existir o casamento civil igualitário entre pessoas do mesmo sexo. Por isso, ninguém fora da comunidade LGBTI+ para falar sobre isso. Imagina se a gente fala que o casamento entre duas pessoas héteros é errado?”, disse Agripino.

Por fim, ele acredita que Caio Castro está arrependido e se mostrou solícito em ajudar na causa LGBTI+.

“Ele quis saber onde errou e se mostrou solícito em ajudar como pudesse em assuntos com relação à causa LGBTI+. Ele concordou com os pontos que coloquei, com certeza aprendeu que aquele vídeo não contribuiria em nada para a população LGBTI+”, finalizou.

O OFuxico tentou entrar em contato com Caio Castro para falar do assunto, mas a assessoria do ator disse que ele não comentaria sobre o caso.

Caio Castro já havia falado da polêmica na internet

Caio se pronunciou sobre a repercussão com o seu nome, que foi bastante criticado na web após a publicação, e explicou que usou o vídeo para falar do respeito às opiniões diferentes.

“Bom dia. Sobre casamento gay. Sobre relacionamento gay. Sobre qualquer ideia sobre a relação homoafetiva: Sou a favor, sim. Sou a favor do amor entre as pessoas. Mas existem pessoas que não são. Existem pessoas que têm  suas convicções e costumes diferentes”, começou ele.

“Precisamos respeitar. Não precisamos, nem devemos, aceitar. Mas precisamos respeitar. E o vídeo que eu compartilhei é sobre esse ponto que o pastor está falando. Respeito, respeitar as pessoas independente de qualquer coisa. Eu sou contra ele ser contra, mas respeito a opinião dele. Tudo começa com respeito”, finalizou.

Caio Castro se pronuncia sobre post polêmico