Notícias às 15:20

Ator de ‘Animais Fantásticos’ é condenado por assédio sexual

Reprodução/Instagram/@revista.aja

Kevin Guthrie, de 33 anos, conhecido por interpretar o Senhor Abernathy na franquia “Animais Fantásticos”, do universo de “Harry Potter”, foi condenado a três anos de prisão.

O astro, que também chegou a atuar em Dunkirk e The English Game, recebeu a sentença por assediar uma mulher na cidade de Glasgow, na Escócia. O julgamento durou quarto dia, segundo a BBBC.

O crime aconteceu no ano de 2017, no apartamento do ator Scott Reid. Os dois conheceram a vítima em um bar enquanto iam para o imóvel, e ela havia passado mal e sofrido uma queda.

Scott buscou por atendimento médico, enquanto Kevin ficou tomando conta da vítima, que disse ao tribunal ter visto sua blusa ser retirada para então ser apalpada e assediada por Guthrie, que só parou quando o outro ator retornou.

Apesar de Kevin ter negado as acusações, análises encontraram amostras do DNA dele na lingerie da vítima.

Homem que acusa Kevin Spacey de assédio não quer nome revelado

Uma das pessoas que acusam o ator Kevin Spacey de assédio sexual deve abandonar o anonimato se deseja que seu caso progrida. Segundo o site Deadline um juiz ordenou o homem que acusa Spacey a revelar seu nome publicamente ou o caso será arquivado.

De acordo com o advogado do ganhador do Oscar, o requerente, identificado somente com as iniciais de seu verdadeiro nome C.D. não quer que seu nome seja exposto. O detalhe é que nem mesmo Kevin Spacey sabe de quem se trata.

O juiz Lewis A. Kaplan negou à suposta vítima a possibilidade de manter sua identidade privada através do pseudônimo C.D. se Spacey for declarado culpado neste julgamento.

O requerente tem 10 dias para proceder legalmente contra a ex-estrela de House of Cards sob seu verdadeiro nome.

Os advogados do acusador indicaram que ele estava emocionalmente indisposto para proceder com a ação legal, e por isso suspenderá suas reclamações.

O processo começou em Nova York no outono passado, e C.D. assegurou que se tornasse pública sua identidade, isso reativaria o transtorno de estresse pós-traumático que ele teve após a suposta agressão de Spacey, ocorrida nos anos 1980.