Notícias às 09:00

Atriz de Lost fala sobre sua luta contra a depressão

Reprodução/Instagram

A ex-atriz da extinta série Lost, Evangeline Lilly, se abriu esta semana em suas redes sociais sobre suas lutas pessoais.

A mulher de 40 anos compartilhou duas fotos dela, tiradas no ano passado por seu filho de quatro anos, quando ela estava em um 'lugar escuro'.

Lilly confessou que teve um ano muito complicado por causa da depressão e desabafou com seus seguidores no Instagram:

"Tive um ano tão difícil no ano passado, mas não queria compartilhar com vocês porque não queria ser uma nuvem negra no seu mundo", escreveu.

“Mas luto profundamente com a sensação de que tudo o que sou é o que sinto que todo mundo quer e precisa ser. Muitas vezes me sinto sozinha e invisível", acrescentou.

Evangeline Lilly disse que tentou, sem sucesso, guardar toda a sua 'dor' porque acreditava que era forte o suficiente para lidar com isso.

"Em público, escondi e fiz levemente meus traumas mais profundos e ri da minha dor mais profunda. Até o ano passado quando eu quebrei. De repente, fui forçada a enfrentar minha fraqueza e minhas limitações, meu trauma e meus medos. Não tive escolha senão aceitar que sou limitada ou … continuar em um caminho de negação perfeccionista que inevitavelmente me mataria ", justifica.

A atriz revelou que 'está saindo lentamente daquele lugar profundo', mas ainda luta com uma conexão significativa através de sua 'escuridão'.

Em uma das fotos tiradas pelo filho, Lilly é vista sentada no chão, de camiseta preta, enquanto descansa a mão na testa. Em outra foto, ela parece com o semblante deprimido.

 

Sem reboot de Lost

 


Evangeline Lilly declarou recentemente que não faria parte de um possível reboot de Lost. Ela declarou que não acha uma boa ideia reviver uma série tão icônica, que terminou há oito anos.

“Há um rumor de que todos os anos eles vão fazer um reboot de Lost", declarou Evangeline. “A coisa sobre reboots e remakes é que eu não gosto deles em geral, ponto final. Eu quero que as pessoas deixem 'Star Wars' quieto! Eu amei 'Rogue One' como uma exceção. Mas na maioria das vezes, eu geralmente não gosto. Sinto que isso está apenas manchando algo que é precioso. Eu já disse que não queria fazer coisas no passado e acabei fazendo – você sabe, nunca diga nunca – mas de onde estou hoje, minha resposta é não".

No início de 2018, de acordo com a Entertainment Weekly, Channing Dungey, presidente da ABC Entertainment, deu a possibilidade de um possível reboot da série, apesar de não ter havido uma discussão oficial para reviver Lost.