Notícias às 03:00

Atriz perde série por comentário racista no Twitter

Reprodução Instagram @officialroseannebarr

Roseanne, uma das séries da TV mais famosas do ano nos Estados Unidos, foi cancelada por conta de um tweet ofensivo escrito na terça-feira (29) por sua criadora e protagonista, Roseanne Barr, contra a ex-assessora de Barack Obama, Valerie Jarrett.

Barr não mediu sua brincadeira de mal gosto ao compartilhar um meme, onde escreveu: "Se a Irmandade Muçulmana e o Planeta dos Macacos tivessem um filho: vj", se referindo a Jarrett, que é de origem iraniana e tem a pele morena.

Antes do meio-dia em Los Angeles a emissora ABC, que pertence ao grupo Disney, publicou um comunicado assinado pela presidente, Channing Dingey, dizendo: "A afirmação de Roseanne no Twitter é abominável, repugnante e incompatível com nossos valores, e decidimos cancelar a série".

Pouco antes, a atriz havia apagado o tweet inicial, se desculpando: "Peço desculpas. Vou sair do Twitter". E o próximo dizia mais: "Peço desculpas a Valerie Jarrett e a todos os americanos. Sinto por ter feito uma piada ruim sobre sua política e sua aparência. Eu devia saber que isso não se faz. Me perdoem, foi uma brincadeira de mau gosto".

Posteriormente a atriz também se desculpou com toda a equipe da série Roseanne, incluindo os atores principais, que acabou perdendo o trabalho por causa de sua insensatez.

 

Uma publicação compartilhada por Roseanne Barr (@officialroseannebarr) em