Notícias às 07:05

Babu Santana aposta em novas vozes: ‘Sabemos o quão difícil o cenário artístico é para o povo preto’

Divulgação/Bubu Filmes

Não há dúvidas de que Alexandre da Silva Santana, o Babu Santana, 41 anos, conquistou o Brasil. O ator ficou muito conhecido por viver Tim Maia, no cinema e, no ano passado, após passar pelo “BBB20”, viu sua carreira artística decolar Cheio de projetos e com novidades na carreira, Babu, que poderá ser visto em breve em "Salve-se Quem Puder", da Globo, conversou, com exclusividade, com a reportagem de OFuxico.

Confira a entrevista

OFuxico: Logo mais o público poderá ver suas cenas em Salve-se Quem Puder. Como foi interpretar o policial Nanico?
Babu Santana
: “Foi muito especial, porque é um personagem divertido, que viverá romances intrigantes e que vai deixar o público curioso. Fico muito feliz de fazer parte de uma trama que volta com força total e muitas novidades. Nanico é um cara que vai estar ao lado das mulheres, protegendo e se envolvendo. E até sendo disputado (risos). Temos um elenco muito primoroso e, claro, não faltará amor e entrega.

OFuxico: Você fez algum laboratório ou se inspirou em alguém?
Babu Santana: “Me atentei muito ao roteiro e ao que esperavam de mim nesta produção. Nanico é divertido, mas também leva as questões com seriedade. Na composição de um personagem, a gente sempre empresta um pouco de nós. Agora, o resultado, o púbico verá. Eu estou aqui cheio de ansiedade.”


OFuxico: Em seu canal do Youtube você tem o chamado "Projeto Fechado com Paizão", no qual você lançou o selo musical chamado "Paizão Record". Como surgiu essa ideia e qual a finalidade?


“A ideia surgiu de um desejo de ampliar vozes, de mostrar a diversidade da música brasileira e, com isso, celebrar talentos do nosso País. Há muitos jovens talentosos neste universo de diferentes estilos musicais. Com este projeto, eu consigo unir música e empreendedorismo. Juntos seremos capazes de fortalecer o cenário do trap, rap, funk, hip hop, entre outros. Queremos fazer um trabalho que traga reflexões profundas.”

OFuxico: Mulheres da Música, com mulheres pretas cantando vários estilos musicais, é um quadro de destaque em seu canal. Qual o olhar que você quis passar para o público com este projeto?
Babu Santana
: “Este projeto me orgulha muito, porque ali celebramos diversos estilos musicais e conseguimos passar mensagens importantes. Sabemos o quão difícil o cenário artístico é para o povo preto, então estar ao lado dessas mulheres foi algo inesquecível. É um projeto de potência feminina.”

OFuxico: Você tem produzido vários conteúdos para o seu canal. Em um sarau, por exemplo você exalta poetas negros, simbólicos para pretitude e ancestralidade. Sabemos que você é uma voz ativa contra o preconceito racial. Quais as causas que mais te engajam?
Babu Santana
: “Acredito no poder da educação, da relação que os pais precisam ter com os filhos, porque devemos nos preocupar com o  lugar que queremos deixar para nossos  filhos nesse mundo.”

Babu Santana tem apostado em canal do Youtube e mutio mais

OFuxico: Falando em cinema…Tem alguma novidade sobre as filmagens do longa-metragem sobre a vida de Maguila?
Babu Santana:
“Estamos bem embrionários quanto a este projeto, mas tudo caminhando. Não tenho muitos detalhes no momento, mas já estamos pensando na concepção do personagem e acontecimentos. Porém, logo mais poderei me aprofundar neste filme.”

OFuxico: Vamos relembrar do "BBB20". O que mudou na sua vida?
Babu Santana:
“Foram tantas coisas que mudaram, em diversos aspectos da minha vida, que não cabem nem em palavras (risos). Essa foi uma das experiências mais enriquecedoras da minha trajetória, tanto pelo lado pessoal quanto profissional. Hoje tenho a oportunidade de levar meus projetos mais longe, de ter minha voz e ideias ampliadas. É bacana também estar no universo da publicidade, algo que antes não me era familiar e nem constante como agora. Estou muito feliz porque tenho ótima relação com meus fãs, e poder ser palco para pessoas que não apareciam me deixa muito grato. É importante ceder o espaço conquistado para que outras vozes possam falar e brilhar.”

OFuxico: No “BBB20”, muitas pautas com relevância social foram debatidas e neste ano alguns temas importantes também foram abordados. Como enxerga a possibilidade de reality show discutir racismo, machismo e homofobia?

“Acho necessário, afinal, ali também existe um reflexo social. Num reality há pessoas de todos os tipos, raças, gostos, culturas. Ao juntar isso, se tem uma oportunidade de escuta, de reflexão e, principalmente, de mudança de atitudes. Programas assim têm muita audiência, então pautas sociais podem chegar mais longe, com uma linguagem acessível. 

OFuxico: Durante o “BBB”, você falou muito da busca por estabilidade financeira para dar uma retaguarda a seus filhos. Tem conseguido ajudá-los?
Babu Santana:
“Está tudo ótimo. Muito feliz pela oportunidade de conquistar coisas novas para cada um. Agora é colher os frutos e seguir trabalhando muito.”

OFuxico: Você passa a quarentena na Ilha da Gigóia, no Rio de Janeiro? O cenário da Covid-19 te assusta? Como fica a sua preocupação e contato com o pessoal do Vidigal em situação de maior vulnerabilidade?
Babu Santana:
“Vivo em quarentena com as pessoas mais próximas. Sim, assusta o contexto do Covid-19 nas favelas e periferias, porque são essas pessoas que estão morrendo. Porque falta informação sobre protocolos de segurança e vacina para a grande massa trabalhadora, que é quem faz o país girar. Essa galera, os amigos do Vidigal, da Rocinha, do Alemão e de tantos outros lugares, estão expostos e vulneráveis. Precisamos olhar para isso com urgência. Precisamos de vacina urgente, só assim dá pra ter esperança de ver as coisas começarem a melhorar.”