Notícias às 16:31

Beyoncé e Jay-Z demitem guarda-costas por contratar prostituta durante serviço

Bang

Beyoncé e Jay Z demitiram seu ex-guarda-costas por contratar garota de programa durante serviço. O casal de famosos teria dispensado os serviços do falecido funcionário, Norman Dutch Giant Oosterbroek, depois de descobrirem que ele havia contratado os serviços de uma prostituta, enquanto deveria estar trabalhando em Las Vegas.

Os cantores também teriam achado evidências fotográficas de Normam – morto por policiais na Flórida no início deste mês – usando o passaporte deles na conduta lasciva, de acordo com o New York Daily News.

"Beyoncé and Jay Z ficaram furiosos quando descobriram. Eles confiavam à vida deles ao Norman e ele foi e fez uma coisa maluca dessas, um vídeo com uma prostituta. Eles ficaram indignados", afirmou uma fonte. “Eles acharam que Norman havia se tornado perigoso para Blue Ivy. Pelo que eu soube, ele ficou arrasado, porque um monte de pessoas na indústria poderia saber que ele não era confiável e não o contratariam", completou.

A vida do segurança pessoal parecia estar fora de controle nos meses que antecederam sua morte. Ele teria caído em depressão após perder o emprego e estaria lutando contra o vício de drogas.

No começo de setembro, Norman invadiu a casa de uma mulher, totalmente nu. A polícia foi chamada e usou uma arma de eletrochoque no segurança Os policiais teriam usado uma arma de eletrochoque em Norman – que trabalhou para nomes como Nelson Mandela, Rihanna e Lady Gaga –, que acabou morrendo no hospital.

Ex-guarda-costas de Beyoncé e Lady Gaga invade casa e é morto