Notícias às 16:00

Billie Eilish é acusada de racismo após zombar de negros e asiáticos em vídeos antigos

Billie Eilish

Billie Eilish (Reprodução/Instagram)

Billie Eilish é uma das garotas prodígio da indústria da música nos últimos anos, mas, recentemente, vem colecionando polêmicas. Depois de ser acusada de usar uma técnica de marketing para atrair o público LGBTQIA+, o chamado queerbaiting, a cantora está sendo criticada por zombar de pessoas negras e asiáticas em vídeos antigos.

O usuário do TikTok, @lcxvy, foi o quem compartilhou o compilado de vídeo comprometedores de Billie Eilish. No primeiro, a artista parece repetir um termo em inglês que é usado para se referir de forma ofensiva a uma pessoa de origem chinesa. No segundo, ela parece debochar da maneira de falar de algumas nacionalidades do Leste Asiático.

Veja+: Curiosidades do novo álbum de Billie Eilish que você talvez não saiba

Já no terceiro, ela leva uma bronca de seu irmão, Finneas, por ter tentado reproduzir um sotaque ligado à comunicada negra.

Os vídeos não revelam as datas de quando forma filmados, mas bastou a reprodução diversas vezes nas redes sociais para que vários perfis do Twitter se sentissem incomodados.

Billie Eilish acusada de queerbaiting

Na última semana, Billie Eilish lançou o clipe Lost Cause, no qual ela aparece dançando com várias outras jovens. Na publicação, ela escreveu “eu amo garotas” o que causou dúvidas nos fãs se ela estava falando de sua orientação sexual.

No entanto, outros seguidores levantaram a dúvida sobre ela ter lançado o clipe no mês do orgulho LGBTQIA+ e isso ser, na verdade, uma tentativa de queerbaiting.