Notícias às 10:35

Brasileiras ‘invadem’ Paris para a Semana de Moda

Jojo Todynho e Bruna Marquezine em Paris
Foto: Reprodução/ Instagram @jojotodynho @brunamarquezine

Começou na segunda-feira, 27 de setembro, a badalada Semana de Moda de Paris, encerrando a temporada de primavera/verão 2022. Marcas importantes que compõem o calendário do evento agendaram árias ações paralelas que prometem bombar a Cidade Luz até o dia 05 de outubro e um time de beldades brasileiras está lá para conferir tudo de perto.

Atrizes, influenciadoras digitais e cantoras desembarcaram na capital da França para acompanhar os desfiles, como Sasha Meneghel, Jojo Todynho, Bruna Marquezine, Isis Valverde, Juliana Paes, Sabrina Sato e Celina Locks.

Hospedada no refinado hotel Plaza Athénée, Bruna Marquezine escolheu looks fashionistas da Saint Laurent para passear. A atriz optou por uma diversão mais cultural ao visitar uma exposição.

Queridinha da Dior, que desfila nesta terça, 28 de setembro, Isis Valverde viajou à convite da grife outras vezes e, desta vez, aproveitou o tempo livre antes da apresentação para visitar alguns pontos famosos e fazer fotos. Em uma delas, a atriz mineira posou com uma jaqueta jeans com a frase “eu amo Paris”.

Sabrina Sato, que viajou acompanhadapelosartists Rodrigo Costa e Henrique Martins,compartilhou alguns vídeos no Instagram, mostrando a chegada à cidade e a suíte de luxo onde está hospedada.

Sempre agarradinha ao marido, João Figueiredo, Sasha aproveitou o romantismo do país para visitar a Torre Eiffel e fez questão de se declarar a ele, em francês: “eu te amo”.

Outros brasileiros também estão em Paris para a semana de moda, como Juliana Paes, Lala Rudge, Lele Saddi, Thassia Naves, Alessandra Ambrosio, Jade Picon, Silvia Braz, Fernanda Motta, Lala Noleto e Helena Lunardelli.

Veja +: Jojo Todynho é só poder e glória em Paris

EVENTO COM RÍGIDO CONTROLE SANITÁRIO

Primeiro evento presencial do gênero em Paris, a Semana de Mora conta com um severo controle sanitário na entrada das apresentações. O desfile do nigeriano Kenneth Ize abriu o evento diante de um público com máscara, no Palácio de Tóquio, sede desta edição do evento.

Apadrinhado por Naomi Campbell, o estilista idealizou um desfile em que o verde, o fúcsia e o turquesa inspiraram frescor e juventude, sob os acordes jazzísticos de um saxofonista. Depois de Ize, desfilaram a Weinsanto, de Victor Weinsanto, que retornou ao calendário parisiense, e a francesa Marine Serre, vanguardista e ecológica, com um desfile virtual.

Veja +: Sabrina Sato mudou o visual para chegar abalando na Semana de Moda de Paris

QUASE 100 MIL MARCAS NO CALENDÁRIO, MAS NEM TODAS PRESENCIAIS

Das 97 marcas que fazem parte do calendário oficial desta edição, que termina no dia 5 de outubro, apenas um terço optou pelo desfile presencial. Mas ao contrário de Londres, onde a máscara esteve ausente, os fashionistas de Paris tiveram que usar as suas.Dior, Chanel, Hermès, Louis Vuitton também optaram por desfiles presenciais, como Givenchy, que apresentará o primeiro desfile de seu novo diretor artístico, Matthew Williams. 

A Balenciaga, que causou com Kim Kardashian de vestido preto integral no Met Gala em Nova York, também reunirá seus fãs para um desfile “real”. Entre as grandes grifes ausentes estão a Celine, liderada pelo estilista Hedi Slimane, que considera as semanas de moda obsoletas, e Stella McCartney, da gigante do luxo LVMH. A Off-White, marca do americano Virgil Abloh, que também é responsável pelas coleções masculinas da Louis Vuitton, abandonou o calendário há várias temporadas.

Um desfile de homenagem ao israelense-americano Alber Elbaz, diretor artístico da Lanvin, que morreu em decorrência da Covid-19 em abril, encerrará o evento parisiense. Mas o espetáculo da moda não acontecerá apenas nas passarelas de Paris. A partir de 30 de setembro, o Museu de Artes Decorativas (MAD) receberá uma exposição dedicada a Thierry Mugler, pioneiro dos desfiles.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

Príncipe George já sabe que um dia será o rei da Inglaterra

Lívia Andrade afirma que corre risco de vida

Sidney Magal defende Sérgio Reis e garante que sertanejo é correto

A Fazenda 13: Rico Melquiades aponta Bil Araújo como vilão do jogo

Em clique raro, Rodrigo Santoro se declara ao amor de sua vida