Notícias às 19:00

Bruno Fagundes diz que se afundou nas drogas ao ‘tentar ser hétero’

bruno e antônio fagundes
Reprodução/Instagram

Bruno Fagundes é filho de Antonio Fagundes e da atriz Mara Carvalho e falou abertamente sobre a sexualidade e o fato de dizer ao mundo que é gay. Em entrevista ao podcast Cara a Cara, ele contou que tinha medo de “fracassar por ser gay”.

“A minha vida inteira, por ser filho de famoso, fui muito pressionado por todos os agentes de celebridades e todas as engrenagens que fazem parte deste sistema, para que eu escondesse e mudasse a minha forma de ser, existir, viver e me mostrar. Isso é uma violência absurda”, começou.

“Vivi um momento da minha, quando eu tinha uns 19 anos, que tentei a todo custo ser hétero. Porque eu estava tão pressionado e com medo de fracassar. As pessoas me diziam isso: ‘você vai fracassar sendo gay’. Tudo isso me machucou muito. E eu queria, a todo custo, tentar entender formas de fazer parte do que as pessoas chamam de normal”, completou.

Bruno ainda contou que toda a pressão sofrida fez com que ele se afundasse nas drogas em um “nível mortífero e bem pesado”, como ele mesmo definiu.

“Foi a época mais obscura da minha vida. Uma época que eu estava absolutamente afundado em drogas, num nível mortífero, bem pesado. Não sei nem se os meus pais sabem disso. Porque eu estava indo contra a minha natureza, estava sendo pressionado a mostrar algo que não era natural e confortável para mim”.

O ator ainda afirmou que refletiu sobre o fato de precisar ser feliz e que, apesar de ser gay, não se sentia à vontade de tornar isso público, algo que definiu como uma “homofobia velada”.

“De repente eu disse: ‘eu preciso ser feliz’. E dentro do meu íntimo e pessoal, estava absolutamente resolvido. Era mais um olhar público sobre mim, e isso me deixava um pouco atordoado. Fui muito pressionado, e isso, para mim, era uma homofobia velada”, completou.

Namoro

Agora, sem as pressões impostas para ser heterossexual, Bruno Fagundes está feliz da vida em um relacionamento com o ator Igor Fernandez, desde o primeiro semestre de 2021, quando gravaram a novela “Cara e Coragem”.

Este é o primeiro relacionado publicamente assumido de Bruno, enquanto Igor já assumiu o namoro, em 2019, com o estudante de Psicologia na época, Gabriel Soares.

Violência

Porém, apesar de estar completamente resolvido com relação à orientação sexual, Bruno Fagundes enfrenta problemas com a aceitação da sociedade.

Durante entrevista à Folha de São Paulo, ele contou que foi vítima de agressão na Avenida Paulista, em São Paulo.

“Sofri ao longo da minha vida diversas violências. Já apanhei na rua. Eu tinha mais ou menos 20 anos e estava andando com dois amigos, perto da Avenida Paulista. E passaram uns 20 caras que, não sei se faz muito sentido chamar assim, mas seriam skinheads. Eu me lembro de pensar enquanto apanhava: ‘Eu tenho sorte de nenhum deles estar com uma faca na mão ou um canivete'”, afirmou.

Em outra oportunidade, a violência não foi física, mas, de certa forma, emocional.

“Eu fui entrevistado ao vivo por um repórter e ele perguntou na minha cara se eu era gay. E era num contexto que não tinha absolutamente nada a ver. Respondi que não. Voltei para casa e me lembro de vomitar. Foi muito traumático, porque eu não tinha a maturidade que tenho hoje, e aí alguém te expõe dessa forma. É uma violência gratuita. O fato de eu nunca ter falado sobre sexualidade antes é, talvez, por eu não me sentir seguro o suficiente. Hoje, me sinto. E acho que compartilhar a minha história pode ajudar alguém. Talvez, eu tenha a possibilidade de fazer alguém se compreender melhor”, diz o ator.

Notícias Relacionadas