Notícias às 08:00

BTS, Olivia Rodrigo… Famosos que fazem sucesso com samples

Reprodução/Instagram

Às vezes parece loucura, a memória desperta, um sininho toca na mente e quase acende uma lâmpada acima da cabeça como em um desenho, mas não por ideia, e sim a sensação de algo familiar. Sim, as músicas têm esse poder, porém, a questão aqui é que parece termos ouvido a tal canção em um outro momento.

Não precisa se preocupar, não é imaginação fértil – pode ser também -, no entanto, a explicação mais comum é: sample! Vixe, que nome estranho…

Em inglês, a tradução seria algo como amostra e dessa forma, pode ser a amostra de qualquer coisa. Na música, o termo é muito usado porque existem diversas canções (famosas, diga-se de passagem) que usaram trechos e/ou o conjunto total de uma faixa já existente para construir outra canção. Pode ser a letra, mas isso acontece normalmente com a batida, a obra sonora.

Ou seja, no popular, é você pegar o trabalhinho do colega e copiar, tudo legalmente, claro, e dar uma modificada para ficar mais com a sua cara, sem tirar a essência do empréstimo.

Recentemente, um burburinho começou com o disco de estreia de Olivia Rodrigo, a mais nova diva pop adolescente. Em “Sour” existem créditos para Taylor Swift e Jack Antonoff, deixando o público curioso. Ela é mega fã da Taylor e já conseguiu um feat com a loira, além da produção de um dos badalados produtores da atualidade?

Que nada! O mistério foi logo resolvido. A música “1 step forward, 3 steps back” conta com o sample de “New Year’s Day”, presente no álbum “Reputation”, de Taylor. E sabe quem também sampleou há poucos dias? O BTS!

O novo single em inglês do grupo sul-coreano, “Butter”, tem o sample do hit "Another One Bites The Dust" da banda Queen. Nada fracos, né?!

No mundinho da indústria musical, muitos outros hits existem graças aos trechos “pescados” de outros projetos e nós te mostramos. Confira abaixo!

Crazy In Love – Beyoncé feat. Jay-Z

 

O maior sucesso da carreira do casal é “Crazy In Love”, não dá para negar. É só tocar o primeiro segundo que todo mundo reconhece a canção, porém, a batida veio de 1970, da faixa “Are You My Woman”, do grupo de soul The Chi-Lites, formado em 1959. 

Prisioner – Miley Cyrus Feat. Dua Lipa

 

Lançada no ano passado, a música faz parte do álbum “Plastic Hearts” (2020), a odisséia da “Hannah Montana” pelo rock, gênero que lhe cai muito bem. Sendo assim, por que não transformar “Physical” (1981), de Olivia Newton-John em um rock and roll pop?

Deu certo e a canção virou um dos hits do oitavo disco de estúdio da norte-americana.

Girl From Rio – Anitta

 

A mais nova aposta internacional de Anitta deu uma roupagem moderna e popular para “Garota de Ipanema” (1962) tanto na batida quanto na letra que mescla entre o inglês e português no vocais secundários.

Toxic – Britney Spears

 

Quem diria que o carro-chefe da Princesa do Pop teria uma ajudinha de outro país. A melodia de uma música indiana, chamada “Tere Mere Beech Mein”, trilha sonora do filme “Ek Duuje Ke Liye” (1981), deu a ideia para a base do hit mundial.

AmarElo – Emicida part. Majur e Pabllo Vittar

 

Em 2019, Emicida se juntou com Majur e Pabllo Vittar e recebeu muitos elogios pela obra que usa sample de “Sujeito de Sorte” (1976), do cantor Belchior. E além da melodia, um trecho da composição também é usado.

“Tenho sangrado demais

Tenho chorado pra cachorro

Ano passado eu morri

Mas esse ano eu não morro”

Hung Up – Madonna

 

Em 2005, a Rainha do Pop retornou com uma pegada mais disco no álbum “Confessions On a Dance Floor” e “Hung Up” foi o primeiro single do projeto. A faixa pega carona na música “Gimme! Gimme! Gimme!” (1979), do ABBA. Madonna usou a introdução instrumental da faixa.

On The Floor – Jennifer Lopez feat. Pitbull

 

A cantora e atriz, juntamente com o rapper norte-americano, buscaram no Brasil o ritmo que faria da canção deles um sucesso, principalmente nas playlists de festas e baladas.

Inclui versos de introdução feitos por Pitbull e sample da música "Lambada", do Kaoma, um grupo musical franco-brasileiro criado em 1989.

7 Rings – Ariana Grande

 

Ari voltou ao passado e utilizou “My Favorite Things”, do clássico musical “A Noviça Rebelde” no single do disco "Thank U Next", de 2019, que mostra nada mais, nada menos do que uma mulher dona de si e cheia de dinheiro. Se eu quero, eu compro, sabe?!

Homem Na Estrada – Racionais MC’s

 

O grupo de rap Racionais MC’s é adepto do uso de samples e isso contribuiu para que muitos jovens conhecessem grandes nomes da MPB por eles. Um bom exemploe é "Homem Na Estrada", do álbum "Raio X Brasil", que sampleou "Ela Partiu", do Tim Maia. 

Wild Thoughts – DJ Khaled feat. Rihanna

 

A música "Maria Maria" (2001), de Santana, serviu como sample do hit "Wild Thoughts" (2017), do DJ Khaled com Rihanna e Bryson Tiller. Logo no começo das duas canções, é possível notar a mesma batida. 

Vale lembrar que esse foi um dos último trabalhos musicais de Riri, que segue focada em seu lado empresarial.