Notícias às 17:24

Campanha de doação de sangue marcará a volta de “Sob Pressão”

Marjorie Estiano e Julio Andrade capa de Sob Pressao

Divulgação/João Cotta/TV Globo

A partir do próximo dia 12 de agosto, a quarta temporada de ”Sob Pressão”, chega à Globo, dando continuidade ao êxito da série criada por Luiz Noronha, Claudio Torres, Renato Fagundes e Jorge Furtado, a partir de ideia original da diretora Mini Kerti. O roteirista Lucas Paraizo contou, em coletiva virtual realizada na tarde desta quarta-feira, 4 de agosto, que havia iniciado a temporada dois anos antes da pandemia. Mas uma grande novidade será destacada antes mesmo da estreia.

Ao longo de uma semana será feita uma campanha nacional de doação de sangue, na Globo. Uma maneira encontrada para intensificar a relação com o público para além da tela.

“Sempre temos dois pilares na série: saúde e vida pessoal. Na primeira temporada, as doações de órgãos subiram de 300 para 9 mil por dia. Foi uma ótima colaboração”, contou Paraizo, citando a campanha que foi, tema de um dos episódios da primeira temporada.

A quarta temporada será permeada pela chegada de Francisco, o menino que carrega a incógnita de ser ou não filho do médico Evandro, papel de Julio Andrade. O ator se emocionou ao comentar a relação de família, que será explorada.

“Essa temporada toca num assunto muito importante que tenho muita proximidade, a família que a gente não escolhe. Depois de ter passado pela Covid-19, a situação de quase morte, o Evandro deu uma acalmada e deu mais atenção à vida pessoal”, disse.

Veja +: Uma criança muda todo o rumo dos protagonistas de ‘Sob Pressão’

“Essa coisa da família me pega e me emociona”, destacou.

Embora a quinta temporada já esteja confirmada e irá ao ar apenas no Globoplay, no próximo ano, Júlio afirmou que já está deixando o personagem.

“Estou devagarinho, aos poucos, me despedindo desse personagem e agradecendo tudo o que vivi. O Evandro transformou minha vida demais”, disse.

Veja+: Marjorie Estiano comenta sobre fake news

Marjorie Estiano como Carolina na série (Divulgação/João Cotta/TV Globo)

PANDEMIA, MEDO E EXPECTATIVAS

Derivada do filme homônimo, produzido em 2016, a série é livremente inspirado no livro “Sob Pressão: A Rotina de Guera de Um Médico Brasileiro”, do cirurgião torácico Marcio Maranhão, em depoimento à jornalista Karla Monteiro.

No ano passado, em meio à crise sanitária mundial a terceira temporada destacou dois episódios sobre o assunto. Agora, com a pandemia minimizada – mas não encerrada – o elenco relembra a tensão que passou nas gravações da quarta temporada.

“Estávamos submetidos a uma sensação de tensão o tempo todo. Filmamos com a vacina ainda atrasada, o medo real de contágio, ficar doente, falecer. Estávamos impregnados dessa nuvem, do mistério desse vírus e isso nos deu um peso maior na relação com os personagens”, contou Drica Moraes.

“A temporada tem esperança e tem dor.. Vai ser muito bonito voltar agora a voltar filmar com muita gente vacinada, vai dar outro gás pra gente. Quando acaba o trabalho, a criancice do ator vem e estávamos muito contidos”, disse a atriz.

David Junior, que entra para o elenco fixo, endossou as palavras de Drica.  

“Pra mim foi um momento de tensão diário e permanente tendo que lidar com as demandas de testagem, distanciamento social dentro de um núcleo dramatúrgico, mas ao mesmo tempo estou de frente a uma realidade muito próxima à minha”, disse David Junior.

“Ver como o sistema público de saúde funciona dentro de uma dramaturgia como médico e não como paciente, traz uma empatia muito grande e me deixa muito mais à flor da pele saber o quanto a gente, como população de baixa renda, é vulnerável, dependente e tem todas essas deficiências.

“Ainda é algo que para a alta classe, a classe média brasileira não vive e não faz ideia do que é ser tanto um médico quanto u paciente dentro desse sistema. Eu me tornei mais empático e mais sensibilizado com tudo isso. Cada um tem sua história de vida e isso se reflete na maneira como você vê a obra. É difícil, doloroso e gratificante”, disse, emocionado.

Encabeçado por Júlio Andrade e Marjorie Estiano, o elenco conta com Bruno Garcia, Drica Moraes, Pablo Sanábio, David Júnior, Marcelo Batista e Bárbara Reis, com participações especiais de Arlete Salles e Ary Fontoura em um episódio que abordará HIV na terceira idade; e Ailton Graça em um capítulo que traz o racismo à tona.

David Junior na série Foto (Divulgação/João Faissal/TV Globo)