Notícias às 13:40

Carlinhos Maia sobre se assumir: ‘Acho que todo gay sofre’

Reprodução/Instagram

Na última segunda-feira (23), Carlinhos Maia participou do programa Lady Night, apresentado por Tata Werneck no Multishow.

Durante a entrevists, o humorista comentou sobre a cultura do cancelamento, muito presente nas redes sociais, e contou que já foi muito criticado por algumas atitudes.

"Já fui muito cancelado. Eu sou muito verdadeiro, falo o que eu quero, falo o que eu penso, volto atrás, levo cacetadas, assumo. No começo, a gente fica assustado com o cancelamento. Cancelar, para essas pessoas, é querer te tirar de circulação, é querer acabar com a sua voz. As pessoas querem te cancelar por erros que elas também cometem", disse ele.

Carlinhos Maia chega a 20 milhões de seguidores

Casamento

 

Carlinhos Maia se casou com Lucas Guimarães em 2019. O artista não beijo o noivo durante a cerimônia, atitude que foi bastante criticada pela comunidade LGBTQIA+.

"Eu não queria beijar no meu casamento. Era o meu casamento. Já era uma grande representatividade. Fiz meu pai, que é evangélico, ir a um casamento gay. A tia do Lucas, que nunca nos aceitou, estava lá. Juntei toda a família. O pai do Lucas que estava com depressão e não levantava da cama há seis meses, também. Então, queria que eles lembrassem daquele momento como algo singelo", explicou ele.

Carlinhos Maia relata perrengue em avião: 'Foi um susto'

Relacionamento

Carlinhos e Lucas se conheceram ainda na época da escola, mas Lucas resistiu muito em assumir um namoro homossexual.

"Acho que todo gay sofre. Só quem é gay sabe o tempo certo para falar abertamente de sua condição sexual. Ninguém quer esconder o que é. Só que a gente vive em uma sociedade, eu principalmente, vindo do interior do Alagoas, uma sociedade heteronormativa. Se aqui em São Paulo já tem preconceito, imaginem lá em Alagoas, que para você ser veado, você tinha que ser veado macho?", contou.

Carlinhos Maia reforça amizade com Rodrigo Faro: ‘Irmão’

Durante o programa, o famoso também revelou que demorou cinco anos para ter relações sexuais com o amado.

"Foram dois anos tentando, até que ele cedeu e estamos há 11 anos juntos. Para a gente transar, demorou três anos após o começo do namoro. Então, foram no total cinco anos ao todo. A gente nem tirava as bermudas. A gente sarrava por cima das bermudas, pelo medo que ele tinha. O lance do beijo no casamento foi muito por conta da família e história dele, também".

Whindersson Nunes volta a falar de Carlinhos Maia após treta