Notícias às 17:55

Caroline Dallarosa sobre sucesso de Clanjinha em Malhação: ‘Foi uma surpresa’

Divulgação/TV Globo/Estevam Avellar

Caroline Dallarosa já estreou nas telinhas fazendo o maior sucesso, como a personagem Anjinha, de Malhação – Toda Forma de Amar.

Em entrevista para OFuxico, a atriz, aliás, contou como surgiu tal oportunidade especial em sua carreira.

“Me encontraram pelo Instagram e me chamaram para o teste. Quando eu vi, fui passando nas etapas, até estar lá dentro, foi uma loucura!!! Passei por muita coisa nesse tempo!”, chegou a declarar ela.

Na trama, a jovem também está dando o que falar e virando assunto, na internet, principalmente por conta do namoro com Cléber (Gabriel Santana).

Nas redes sociais, os dois, aliás, já estão sendo shippados de #Clanjinha.

“A gente sempre faz o trabalho esperando que as pessoas gostem, mas confesso que foi uma surpresa e uma emoção quando o público acolheu a gente tão bem, é isso que motiva continuar na mesma alegria do começo!”, chegou a afirmar Caroline, antes de também dar algumas pistas sobre o possível futuro do casal.

“Como qualquer casal as coisas acontecem como uma montanha russa! É sempre uma emoção diferente dependendo da altura que você esteja!”, declarou a artista.

Em Malhação – Toda Forma de Amar, Caroline também está contracenando com Júlio Machado, que interpreta seu pai, o policial Marco Rodrigo.

Os dois, aliás, têm dado o que falar, principalmente pela relação muita cumplicidade e parceria que possuem, como pai e filha.

“A palavra que o descreve é: Extraordinário! Ele é tão incrível como pessoa e como profissional! Sou muito sortuda e grata por viver essa experiência com ele!!”, chegou a declarar Caroline, sobre Júlio, também durante a entrevista.

Já no final do papo com OFuxico, a atriz abriu o jogo, sobre as gravações das cenas que exigem mais emoção.

“As cenas mais difíceis são as que me cobro mais! Então, toda vez que eu sei que tenho que chorar, acabo travando! Com o tempo, eu acho que conseguirei me adaptar! Confesso que é meu ponto fraco! Mas uma coisa que me ajuda muito é colocar fone de ouvido com música triste!”, contou ela.