Notícias às 04:00

Claudia Raia sobre Jô Soares: ‘É um anjo que caiu na minha vida!’

Reprodução TV Globo

Claudia Raia comemora 35 anos de carreira e está lançando dois livros: um de memórias e outro de fotos. Para contar um pouco desse tempo de vida artística, e pessoal também, a atriz conversou com a repórter e apresentadora Renata Capucci para o Fantástico deste domingo (8).

“Minha vida não é só uma vida. É um esquete de comédia, é um programa de humor, porque minhas histórias são inacreditáveis, parece que foram inventadas. Conto histórias que nunca ninguém viu, ou viu, e detalhes que nunca contei para ninguém”, assim a atriz fez um breve apanhado sobre o livro de memórias.

Histórias como a do seu casamento com Alexandre Frota, nos anos 80, inclusive sobre seu visual na cerimônia, um tanto quanto chamativo.

“Era muita ombreira, muito cabelo, muito brinco e entrei com um pé de sapato, porque um fã arrancou meu sapato. Casei com um pé sim e outro não. Então minha mãe, que nesse momento eu estava com um pé só de sapato, esperando abrir a porta a porta da igreja, eu ia entrar, ela me disse: ‘Minha filha, pelo amor de Deus, não se case, esse homem não é para você’. E eu dizia: ‘Mas não é possível que você venha me avisar agora, nessa hora de eu entrar na igreja. Definitivamente não era o homem da minha vida. Como pode um casamento dar certo aos 18 de idade e ele com 20, num devaneio adolescente. Brincamos de casinha. Até que durou bastante, durou 5 anos. Um casamento que foi muito importante para mim e acabou não dando certo mesmo.”

Claudia Raia no casamento com Frota

Além do casamento, ela contou sobre o quase namoro que teve com Fausto Silva.

“Rolou mesmo isso, lá em 90, 91, teve todo esse momento, esse movimento e esse empenho, uma tentativa dele de romance. Acabou não acontecendo. Virou uma grande amizade e a gente acabou nunca mais se desgrudando.”

Mas sobre Jô Soares, além do namoro, Claudia agradece por Deus tê-lo colocado em sua vida.

“O Jô foi meu primeiro grande amor. Foi ele quem tirou o Maria Claudia, porque eu era Maria Claudia Raia, e botou o Claudia Raia que ia dar certo”, contou. Aproveitou para lembrar sobre a personagem que escreveu especialmente para ela no início de carreira e de como salvou sua vida.

“Era o Vamos Malhar. Era a Cissa e a Carola que a gente fazia no Vivo Gordo, programa que o Jô Soares teve por muitos anos, e ali foi meu início. Ele salvou a minha vida. Eu tinha uma pinta no joelho, que era um melanoma cancerígeno, que foi ele quem viu, que me levou ao médico. É um anjo que caiu na minha vida. Um grande amor. Uma pessoa que eu tenho um enorme respeito, uma gratidão imensa e um amor incondicional.”

Claudia revelou um caso de assédio que sofreu quando tinha 13 anos e estava estudando ballet em Nova York.

“Era um coreografo americano, que tinha uma relação ótima com minha mãe. E nesse domingo fatídico, em que ele entrou no meu quarto pra perguntar como estava indo os meus estudos, as minhas aulas…ele colocou a mão na minha perna e a mão foi subindo. Imediatamente eu peguei a mala que eu vi ali na frente, coloquei umas roupas e sai pelo Harlem (bairro de Nova York) completamente perdida. É um assunto muito atual, mas que bom que hoje a mulher tem voz pra falar o que ela sofreu.”

Outro episódio marcante na vida da atriz, foi o apoio que deu a Fernando Collor de Mello, que se elegeu presidente em 1989 e as consequências que sofreu por apoiá-lo.

“Fiz campanha para ele desde quando era deputado em Alagoas, e de repente quando ele se candidatou a presidente eu estava com ele incondicionalmente. Paguei caro por isso! Muito caro. Eu fui acusada de ter Aids, porque alguém fez uma piada que ele estava magro e as pessoas diziam que eu tinha um relacionamento com ele. Maluquice! As pessoas vão inventando do nada. De repente eu tive meu teatro todo vazio. Eu tive que ser capa de uma revista com meu exame de HIV…Enfim coisas inacreditáveis que eu passei por te me envolvido. Por estar do lado da pessoa errada, no momento errado “

Claudia Raia não poderia de deixar de falar de Edson Celulari, pai de seus dois filhos Enzo e Sophia.

“Quem fez essa junção foi o Silvio de Abreu em uma novela, Deus nos Acuda. Foi nesse cruzeiro, que a gente fez de gravação, que era pela Ilhas do Caribe e que tinha Luiz Miguel: ‘Dicen que la distancia es el olvido’. Foi ali que a gente acabou se apaixonando e deu em casamento, e deu numa relação de 17 anos muito feliz. Eu adoro o Edson, sou muito grata a ele. Ele trouxe, realmente o equilíbrio na minha vida.”

Relembre casais que se separaram, mas continuam muito amigos

E sobre seu personagem Tonhão, na TV Pirata, nos anos 80, onde ela quebrou o paradigma de sexy simbol.

Personagem Tonhão da TV Pirata

“Hoje eu acho que seria complicado falar de coisas que a gente abordava no TV Pirata. Acho que é muito importante as causas terem sido levantadas para que haja escuta sobre o racismo, machismo, sobre tudo isso que a gente vem falando cada vez mais, e é preciso falar sim. O TV Pirata foi o grande empurrão.”

A atriz falou sem medo sobre a plástica que fez no nariz e quanto isso a incomodava.

“Em ângulo nenhum o nariz ficava bom! Eu ria o nariz vinha pra baixo. Bebia água, a ponta do nariz bebia água da minha própria boca. Acho que antes de eu reencarnar, Deus não teve tempo e pegou qualquer nariz e disse ‘vai’. E eu vim com aquele nariz que não era meu. “

E sobre a mãe ela só tem palavras de agradecimento.

“Minha mãe foi uma figura muito importante na minha vida, além de ser mãe, ela foi uma grande professora para mim. Teve uma vida linda. Eu nada posso pedir nada a não ser agradecer por ela ter vivido 95 anos. E eu, sem dúvida ganhei uma estrela no céu.”

Claudia Raia homenageia a mãe: 'Melhor professora'

Para finalizar Claudia Raia revelou qual a maneira como gostaria de morrer…mas só daqui há uns longos anos.

“Eu quero morrer no palco. Imagina, no meio de um espetáculo eu faço ‘buff’. Uma coisa linda de morrer no palco. Vai ser lindo! E quero trabalhar até com muita idade. Vou ficar muito feliz de representar e ser aplaudido por vocês.”

Claudia em entrevista ao Fantástico

Claudia Raia aparece amordaçada como forma de protesto

Claudia Raia homenageia a mãe: 'Melhor professora'