Notícias às 05:00

Comediante foi ‘desconvidado’ para aniversário de 60 anos de Obama

Larry David da série Curb Your Enthusiasm

Reprodução/Instagram

Larry David revelou que o ex-presidente Barack Obama teve que reduzir a lista de convidados para seu aniversário de 60 anos dia 4 de agosto, e o comediante e criador de “Seinfeld”, ficou de fora da nova lista.

Inicialmente o ator de Curb Your Enthusiasm tinha sido convidado para fazer uma apresentação no evento realizado na casa dos Obama, na ilha Martha’s Vineyard, em Massachusetts, que teria 475 convidados.

Porém, Barack e Michelle Obama foram punidos por organizar uma festa tão grande em meio à pandemia e o novo brote da variante Delta, e reduziu a lista para menos da metade. Muitos famosos ficaram de fora, incluindo Larry David, que ficou feliz de ter sido eliminado da festa.

Falando com a repórter Maureen Dowd do jornal The New York Times, David conta que ficou ‘aliviado’ quando foi rejeitado, porque não tinha muito tempo para preparar seu material.

“Estava muito mal-humorado quando finalmente liguei de volta para seu assistente… Quando ele me disse fiquei tão aliviado que gritei: ‘Obrigado! Obrigado!’. Ele deve ter pensado que eu estava louco.”, disse.

Larry David então desligou o telefone, pegou uma bebida e se sentou tranquilamente para terminar seu ‘quebra-cabeça de palavras cruzadas’.

Entre os não convidados da festa estava o apresentador do Late Show, Stephen Colbert, que confirmou que seu convite foi revogado também, brincando que o ex-presidente ‘foi forçado a limitar os convites apenas para seus ‘Beyoncés’ mais próximos’, em referência à cantora Beyoncé, que sim esteve na festa com o marido Jay-Z.

Veja+: Barack Obama sabe muito sobre os extraterrestres

Morre a avó de Obama no Quênia

LANÇA LIVRO COM BRUCE SPRINGSTEEN

Depois do bem sucedido projeto do podcast do Spotify “Renegades: Born in the U.S.A”, Bruce Springsteen e Barack Obama se reúnem novamente para contar histórias, desta vez em livro.

De acordo com o comunicado do Spotfy, o projeto conta com 320 páginas, fruto da transcrição das conversas entre a lenda do rock e o 44º presidente dos Estados Unidos e traz ainda 350 fotos coloridas, ilustrações e conteúdo inédito. O preço sugerido pela editora varia entre U$ 50 (R$ 260) e U$ 65 (R$ 330). A edição digital varia entre US U$ 17 (R$ 88) e US $ 21(R$ 109). A publicação contará ainda com uma edição em espanhol.

O podcast “On Renegades: Born In the U.S.A.” conta com oito episódios nos quais Obama e Springsteen conversam sobre raça, paternidade, casamento e o estado da América.

“Houve conversas sérias sobre o destino do país, a fortuna de seus cidadãos e as forças destrutivas, feias e corruptas em jogo que gostariam de derrubar”, diz Springsteen na introdução do livro.

“Este é um momento de vigilância quando quem somos está sendo seriamente testado. Conversas difíceis sobre quem somos e quem queremos nos tornar podem, talvez, servir como um pequeno mapa orientador para alguns de nossos concidadãos […] Este é um momento de consideração séria sobre quem queremos ser e que tipo de país deixaremos para nossos filhos”.

Obama e Springsteen se conheceram em 2008 e iniciaram uma amizade profunda. Quando Obama realizou sua cerimônia de despedida na Casa Branca em 2016, Springsteen estava presente para apresentar um set acústico secreto exclusivamente para os funcionários.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:

Ilha Record: Falsa traição irrita público e diretor Rodrigo Carelli é detonado

Fátima Bernardes se sente mal e é substituída às pressas no Encontro

Rainha Elizabeth faz convite inusitado para Príncipe Harry e Meghan Markle

Glória Menezes ganha homenagem de funcionários ao deixar hospital

Jojo Todynho sensualiza em cliques de topless no México