Notícias às 08:00

Como Lucas Penteado: Veja famosos assumidamente bissexuais

Reprodução/Instagram/Montagem

Lucas Penteado se tornou um dos maiores participantes do BBB21, mesmo tendo pedido para deixar o reality show no último domingo (07).

Porém, pouco antes disso, ele beijou Gilberto e assumiu, pela primeira vez pode forma pública ser bissexual, trazendo um manto ainda maior de representatividade a ele.

Pensando nisso, nós do OFuxico separamos mais famosos que são assumidamente bissexuais.

Confira!

Ludmilla

Em junho de 2019, Ludmilla revelou sua orientação sexual aos fãs e contou que estava namorando Brunna Gonçalves, sua atual esposa, com quem casou em uma cerimônia surpresa no final do mesmo ano. 

Já em junho de 2020, ela publicou um vídeo cheio de memórias dela com a amada, a cantora celebrou a mudança de vida que teve depois de ter tirado o peso nas costas de fazer esse anúncio e falou da sensação de ter florescido com isso, pois antes era seu maior medo. "

Ah, a liberdade… Liberdade é florescer, é gostar de quem te faz crescer, é fazer o que quiser fazer e amar quem for seu bem querer. Um ano atrás eu floresci, contei ao mundo meu maior receio e pude me entregar de corpo e alma sem ter mais o que temer. Amo você", escreveu na legenda.

Billie Joe Armstrong

Billie Joe Armstrong sempre foi assumidamente bisexual

O vocalista do Green Day, Billie Joe Armstrong, nunca escondeu ser bissexual, tendo revelado o fato à revista The Advocate.

“Acho que sempre fui bissexual, sempre me interessei por ambos os sexos. Acho que todos nós nascemos bissexuais, mas nossos pais e a sociedade fazem com que vejamos isso como algo errado, um tabu, quando, na verdade, é algo belo”.

Anitta

Em 2019, a cantora lançou o álbum Kisses e durante uma entrevista ao site espanhol Shangay, Anitta aproveitou para comentar sobre sua sexualidade: “Bissexualidade tem sido uma realidade para mim há muito tempo, mais de dez anos”.

No mesmo ano, no dia da 23ª Parada LGBTQI+, em São Paulo, ela mandou um recado para seus fãs.

"Hoje foi dia da 23⁰ edição da Parada do Orgulho LGBTQ+ de São Paulo que levou mais de 3 milhões de pessoas às ruas. É muito mais do que uma festa, é uma luta por respeito e dignidade. Este ano não pude estar presente mas deixo aqui meu amor, respeito e gratidão a este público que faço parte e que me traz tantas alegrias", escreveu ela, que ilustrou o texto com uma foto na qual aparece vestindo um look com as cores da bandeira do movimento LGBTQ+.

Marlon Brando

Na biografia de Marlon Brandon, descobriu-se a bissexualidade dele

Uma biografia de Marlon Brando, morto em julho de 2004, causou muita controvérsia. Ela trouxe uma fotografia que mostra o ator praticando sexo oral com outro homem.

Brando Unzipped de Darwin Porter, retrata o ator como um devasso, que abriu caminho em Hollywood praticando sexo com famosos, não importando se homens ou mulheres.

“De Rock Hudson a Vivien Leigh, de Bette Davis a Cary Grant, Brando dormiu com todos, conseguindo até levar para cama duas primeiras-damas americanas.” 

O porta-voz da editora do livro disse que, para os editores, foi uma surpresa pensar em Brando como bissexual, mas garante que o assunto foi tratado “de forma elegante”.

Demi Lovato

Demi Lovato lutou sempre em prol da comunidade LGBTQIA+

Demi Lovato é mais uma cantora internacional que não esconde sua bissexualidade, já tendo se relacionado tanto com homens quanto com mulheres.

Porém, ela já disse em entrevista à revista People que em relação ao sexo, ela não gosta de colocar etiquetas, pois o que busca em uma pessoa é 'uma atração mútua', independente da orientação sexual.

"Acho que [a sexualidade] é algo que não tem a necessidade de colocar etiquetas. Como seres humanos o mais importante é ter uma conexão com alguém", justifica.

A atriz e cantora sempre foi grande defensora dos direitos LGBT, e disse que esse é um tema que a apaixona.

"É um tema que eu amo, porque me identifico muito com ele. Eu cresci no Texas. Quando você cresce sendo diferente no Texas ou no sul dos Estados Unidos, no geral, é mais provável que as pessoas te julguem por isso. Eu cresci em uma casa onde nunca foi considerado uma coisa errada que você se identificasse com um gênero diferente ao que te assignaram ao nascer, ou que você gostasse de uma pessoa do seu mesmo sexo", lembrou a cantora.

Freddie Mercury

Freddie Mercury teve sua bissexualidade apagada através da história

Abrindo outra exceção a famosos que ainda estão entre nós, falar de Freddie Mercury é quase que uma reparação histórica afinal, muitas pessoas na história trataram o cantor como homossexual, mesmo ele namorando mulheres também.

Um fato que ganhou relevância novamente algumas semanas atrás, quando foi lançado o trailer de Bohemian Rhapsody – a cinebiografia estrelada por Rami Malek no papel de Mercury – e Bryan Fuller, roteirista de American Gods, lamentou em suas redes sociais que o clipe destacasse somente um relacionamento com uma mulher (a do cantor com Mary Austin) e tentasse esconder o máximo possível sua bissexualidade.

Lembrando que, em muitas entrevistas, Freddie afirmava que Mary era o grande amor de sua vida, mesmo passando os últimos anos dela ao lado de Jim Hutton.

Marcela McGowan

Marcela McGowan se declarou bissexual desde o início do BBB20

Fechando a lista, vamos falar de uma participante bastante popular do BBB20, que desde sua apresentação na TV Globo assumiu ser bissexual.

Nas redes sociais, Marcela McGowan que ficou conhecida por participar do reality global, usou sua conta no Instagram para falar sobre seu irmão Enzo, que é homem transexual, e aproveitou para falar também que ela é bissexual.

"Hoje aqui em casa é dia de dupla comemoração. Além de ser aniversário do meu irmão, é o dia que a gente comemora o Dia do Orgulho LGBTQIA+. Para quem não sabe ainda não entendeu, meu irmão é um homem trans, já falei isso várias vezes”, começou ela.

"Eu sou uma mulher bissexual. Fico muito feliz de saber que a gente tem uma família que acolhe, que aceita e que a gente pode se abrir e falar disso tranquilamente", contou.

“Uma das coisas que mais desejo para a toda a população LGBT+ é que chegue esse momento que a gente não tenha que ter vergonha de quem a gente é, de quem a gente ama, e que possa falar livremente sobre isso sem medos e julgamentos sociais", disse.