Notícias às 08:29

Confira a lista dos ganhadores do Prêmio da Música Brasileira

Wallace Barbosa/AgNews

Com o Theatro Municipal do Rio de Janeiro lotado na noite de quarta-feira (15), a 29ª edição do Prêmio da Música Brasileira teve  Luiz Melodia como o grande homenageado. O artista morreu em agosto de 2017, aos 66 anos, vítima de um câncer.

Apresentada por Camila Pitanga e Débora Bloch, a cerimônia reuniu 80 artistas divididos em 36 categorias. Ao longo da premiação os convidados se deleitaram com dez apresentações dedicadas à obra de Luiz Melodia: Yamandu Costa,  Hamilton de Holanda e Pedro Luís emocionaram a todos com Fadas, Fabiana Cozza interpretou Ébano, Lenine e João Cavalcante defenderam Congênito, Alcione cantou Estácio, Holly Estácio, Céu trouxe Salve Linda Canção Sem Esperança, Áurea Martins e Xênia França mostraram Juventude Transviada, a família Veloso – Caetano, Maria Bethânia, Moreno, Zeca e Tom – explorou Pérola Negra, Zezé Motta e Sandra de Sá fizeram dueto em Dores de Amores, Baby do Brasil levou ao público Magrelinha e Lazzo, Iza e Liniker finalizaram com Negro Gato.

Na plateia, Claudia di Moura, Viviane Araújo, Erica Januzza, Fabrício Boliveira, Leilane Neubarth, Sérgio Marone, Lucy Alves, Fabiana Karla, Antonio Pitanga, Nando Cunha, Zeca Pagodinho entre muitos outros. 


Confira a lista de vencedores:

Arranjador – Mario Adnet por 'Jobim Orquestra e Convidados', de Paulo Jobim e Mario Adnet

Canção – Tua Cantiga, de Cristóvão Bastos e Chico Buarque, intérprete Chico Buarque (CD As Caravanas)

Revelação – Almério (Desempena)

Projeto visual – Felipe Taborda por 'Campos Neutrais', de Vitor Ramil

Categoria Canção Popular 

Álbum – BIXA', de As Bahias e A Cozinha Mineira, produtores Daniel Ganjaman e Marcelo Cabral

Cantora – Alcione (Boleros)

Cantor – Roberto Carlos (Roberto Carlos)

Dupla – Chitãozinho e Xororó (Elas em Evidência)

Grupo – As Bahias e A Cozinha Mineira (BIXA) 


Categorias especiais

Álbum eletrônico – – Tatanaguê, de Theo de Barros e Renato Braz, produtor Theo de Barros

Melhor DVD – Jobim Orquestra e Convidados', de Paulo Jobim e Mario Adnet, direção de Nelsinho Faria

Videoclipe – Culpa, de O Terno, direção de Breno Moreira e Bruno Shintate


Categoria Instrumental

Álbum – Quebranto, de Yamandu Costa e Alessandro Penezzi, produtores Yamandú Costa e Alessandro Penezzi

Grupo – Hermeto Pascoal e Grupo (Mundo dos Sons)

Solista – Yamandú Costa (Quebranto, de Yamandú Costa e Alessandro Penezzi)


Categoria MPB

Álbum – As Caravanas, de Chico Buarque, produtor Luiz Claudio Ramos

Cantor – João Bosco (Mano Que Zuera)

Cantora – Zélia Duncan (Invento)

Grupo – Equale (Na Praia de Caymmi)


Categoria POP / ROCK / REGGAE / HIPHOP / FUNK

Álbum – Acabou Chorare, Novos Baianos se Encontram, de Novos Baianos, produtores Moraes Moreira e Pepeu Gomes

Cantor – Lulu Santos (Baby Baby!)

Cantora – Gal Costa (Estratosférica, Ao Vivo)

Grupo –  Novos Baianos (Acabou Chorare, Novos Baianos se Encontram)


Categoria Regional

Álbum – Caipira, de Mônica Salmaso, produtor Teco Cardoso

Cantor – Mestrinho (É Tempo pra Viver)

Cantora – Mônica Salmaso (Caipira)

Dupla – As Galvão (Soberanas)

Grupo – Trio Nordestino (Canta o Nordeste)

Categoria Samba 

Álbum – Ao Vivo, no Bar Pirajá, de Moacyr Luz e Samba do Trabalhador, produtor Max Pierre

Cantor – Criolo (Espiral de Ilusão)

Cantora – Leci Brandão (Simples Assim)

Grupo – Moacyr Luz e Samba do Trabalhador (Moacyr Luz e Samba do Trabalhador, Ao Vivo no Bar Pirajá)