Notícias às 03:22

Confira os vencedores e o que rolou no Prêmio Multishow 2019

Roberto Filho/Brazil News

O Prêmio Multishow chegou à 26ª edição. Nesta terça-feira (29), foram 15 categorias de premiações, além de apresentações musicais incríveis. Anitta e Paulo Gustavo comandaram a atração.

Confira os vencedores:

Cantor do ano: Dilsinho
Também concorreram: Ferrugem, Gabriel Diniz (In Memorian), Gusttavo Lima e Wesley Safadão. 

Cantora do ano: Ludmilla
Também concorreram: Anitta, Ivete Sangalo, Iza, Ludmilla e Marília Mendonça.

Música do ano: “Atrasadinha” (Felipe Araújo com participação de Ferrugem)
Também concorreram: “Dona de Mim” (Iza), “Jenifer” (Gabriel Diniz), “Péssimo Negócio” (Dilsinho) e “Todo Mundo vai Sofrer” (Marília Mendonça)

Música Chiclete do ano: “Onda Diferente” (Anitta, Ludmilla e Snoop Dogg, com participação de Papatinho)
Também concorreram: “Atrasadinha” (Felipe Araújo com participação de Ferrugem), “Bola Rebola” (Anitta, Tropkillaz e J. Balvin com participação de MC Zaac), “Jenifer” (Gabriel Diniz), “Medley da Gaiola” (Mc Kevinho o Chris e Dennis),

Show do ano: Marília Mendonça
Também concorreram: Baiana System, Gusttavo Lima, Thiaguinho e Tribalistas.

Grupo do ano: Atitude 67
Também concorreram: Baiana System, Melim, Sorriso Maroto e Turma do Pagode

Dupla do ano: Zé Neto e Cristiano
Também concorreram: Anavitória, Jorge & Mateus, Matheus & Kauan e Simone & Simaria.

Fiat Argo Experimente: Lagum
Também concorreram: Duda Beat, Jão, Malia e Vitão

Clipe TVZ do ano: Terremoto (Anitta & Kevinho)
Também concorreram: Amor Bandido (Lexa e MC Kekel); Bem Pior Que Eu (Marília Mendonça); Garupa (Luísa Sonza, Pabllo Vittar); Vingança (Luan Santana ft Mc Kekel).

Canção do ano: Hoje Eu Vou Parar na Gaiola (MC Livinho part. DJ Rennan da Penha)
Também concorreram: Amarelo (Emicida part. Majur e Pabllo Vittar), Sulamericano (BaianaSystem)

Disco do ano: Abaixo de Zero: Hello Hell (Black Alien)
Também concorreram: Ladrão (Djonga), O Futuro Não Demora (BaianaSystem)

Revelação do ano: Duda Beat
Também concorreram: Mc Tha, Josyara

Anitta preparou um medley com alguns de seus sucessos recentes. A poderosa recebeu Kevinho para cantar Terremoto e Mc Zaac e Tropkillaz quando cantou Bola Rebola.

Iza e Ivete Sangalo cantaram juntas Brisa e Mainha Gosta Assim. Ludmilla também foi uma das atrações e também preparou um medley.

Marília Mendonça cantou uma música em homenagem ao filho Leo. E a dupla Zé Neto & Cristiano estreou na premiação e cantou sucessos como “Largado às Traças”. Leo Santana fez o palco tremer com “Contatinho”, em parceria com Anitta.

O trio de irmãos do Melim se apresentou pela primeira vez no palco da premiação com seus hits que estão na boca do povo, entre eles “Ouvi Dizer” e “Meu Abrigo”. Marcia Fellipe fez uma performance de “Quem me dera”, ao lado de Jerry Smith.

Beth Carvalho, que partiu em abril, foi lembrada em um momento especial da cerimônia. Diogo Nogueira, Zeca Pagodinho, Jorge Aragão, a filha da sambista, Luana Carvalho, entre outros nomes, subiram ao palco da Jeunesse Arena para cantar algumas de suas músicas mais famosas, como “Andança”, “Camarão que dorme a onda leva” e “Coisinha do pai”.

Climão

A briga entre Ludmilla e Anitta teve mais um capítulo. Isso porque ‘Onda Diferente’, hit que gerou a desavença entre elas, venceu como Música Chiclete.

Assim que Paulo Gustavo divulgou o resultado, Ludmilla subiu ao palco ao lado de MC Zaac.

Parte do público começou a repetir o nome de Anitta. No discurso de agradecimento, Ludmilla não citou a cantora e logo surgiram vaias.

“Gente, olha, eu estou muito surpresa. Juro do fundo do coração, não esperava isso. Por mais que eu já tenha viajado o planeta inteiro, não esperava isso acontecer hoje. Quero agradecer do fundo do coração aos fãs, a Deus, minha gravadora, todos que trabalharam. E é isso, sai da minha frente, hoje eu vou dar trabalho em uma onda diferente”, disse.

Em seguida, diante das vaias, Ludmilla rebolou de costas para a plateia. Paulo Gustavo saiu em defesa:

"Você é uma mulher negra, gay, periférica. Não é fácil chegar aonde você chegou. Você inspira milhares de pessoas”, elogiou.

Momentos depois, foi a vez da categoria Melhor Cantora. Ludmilla venceu e vibrou demais. Aos prantos, se dirigiu à plateia.

“Esse choro é de uma luta muito grande e muito longa, que estava preso dentro de mim (…) Nunca deixe ninguém falar o que você é ou deve ser na vida de vocês. Se você tem um sonho, lute como uma garota (…) Quero agradecer até pelas vaias. Obrigado pelas vaias. Elas me fazem sempre pensar no que eu gostaria ou não que fizessem com as pessoas”, desabafou.