Notícias às 22:00

Daniel Craig revela o que não gostou nas filmagens de 007

Reprodução/YouTube

Daniel Craig confessa que teve algo que não gostou de sua experiência de filmar o novo longa de James Bond, Sem Tempo para Morrer, pois ele não teve permissão para dirigir o icônico carro Aston Martin DB5 durante cenas de perseguição em alta velocidade devido a questões de segurança.

O astro de 51 anos disse à revista Top Gear que não podia dirigir e atuar ao mesmo tempo, pois era considerado muito perigoso, portanto o motorista especialista Mark Higgins tomou seu lugar durante as cenas de perseguição, segundo relata ao jornal Daily Mail.

"Você sabe que nós fingimos, não é? Não podemos mais fazer isso, embora pareça que estou dirigindo", explicou.

Mas o ator confessou que teria sido uma experiência incrível dirigir o carrão.

Mark Higgins conversou com a revista Esquire sobre ficar ao volante do Aston Martin DB5 e revelou que tudo 'é real'.

"Acho que muitos desses filmes estão se afastando do CGI e tentando torná-lo o mais real possível", disse Higgins.

Ele acrescentou: "O ambiente em que estávamos dirigindo era muito, muito restrito e muito, muito rigoroso. Portanto, é um lugar difícil de trabalhar."

Higgins acrescentou que, enquanto Craig 'gosta de dirigir quando pode', ele fica feliz em dar um passo atrás e deixar os profissionais fazerem o trabalho.

"Ele é um ator fantástico, então felizmente ele me deixa dirigir e eu o deixo atuar! Então, temos um pequeno acordo", brincou Higgins.

Filme cancelado na China

A estreia de 007 – Sem Tempo Para Morrer teve a festa de lançamento em Pequim, na China, cancelada, segundo a revista Variety. O motivo seria a epidemia do coronavírus no país.

A turnê promocional com Daniel Craig que se realizaria em abril, também precisou ser cancelada.

O país é um dos mercados internacionais mais importantes para o cinema, principalmente para a franquia britânica. O longa anterior, 007 – Contra Spectre teve um lucro de US$ 881 milhões e cerca de 10% desse total vieram do país asiático.

Os cinemas chineses e outros setores estão fechados desde o feriado de ano novo lunar do país, no mês passado, devido ao vírus. A recomendação é que a população evite ficar em ambientes aglomerados.

No Brasil, o último filme com Daniel no papel de James Bond, chega em 2 de abril.