Notícias às 14:55

David Bryan, tecladista do Bon Jovi está com coronavírus: ‘Não tenha medo’

Reprodução/Instagram

Mais um famoso entrou para lista de infectados do Covid-19. Trata-se de David Bryan, de 58 anos, tecladista do Bon Jovi. Apesar de seu teste ter dado positivo, o músico sente-se melhor a cada dia e resolveu compartilhar seu estado de saúde com os fãs em seu Instagram, no sábado (21).

"Acabei de receber meus resultados hoje e testei positivo para coronavírus. Estou doente há uma semana e me sinto melhor a cada dia. Por favor, não tenha medo! É uma gripe, não uma praga", desabafou.

Ele aproveitou para deixar uma mensagem de esperança:

"Estou em quarentena há uma semana e ficarei por mais uma semana. Quando eu me sentir melhor, testarei novamente para me certificar de que estou livre desse vírus desagradável. Isso terminará em breve", concluiu.

Cobertura completa: Tudo sobre o efeito do coronavírus no mundo dos famosos

Não é só a população comum que está atônita pelo surto de coronavírus. Os recentes casos confirmados pelo mundo afora, tem assustado famosos também. Artistas como Tom Hanks, Rita Wilson, jogadores do futebol e basquete, confirmaram positivo para o Covid-19, sigla do novo vírus.

Luciano Huck faz comunicado sobre coronavírus: 'Preocupado'
Paolla Oliveira posa ao lado da avó: 'Se cuida'
Hadson pede para fazer teste do coronavírus, mas é negado

 

Tom Hanks e Rita Wilson

 

O ator estava com a esposa na Austrália, filmando um longa-metragem. Na quarta-feira (11), o astro da sétima arte divulgou em sua rede social, que os dois deram positivo para o Coronavírus.

"Olha, pessoal. Rita e eu estamos aqui na Austrália. Nos sentimos um pouco cansados, com frio e com dores no corpo. Rita tinha uns calafrios que iam e vinham. Leves febres também. Para fazer tudo certo, como é preciso no mundo agora, fomos testados para o Coronavírus, e o resultado foi positivo", escreveu na legenda.

Rudy Gobert e Donovan Mitchell

 

Os jogadores de basquete da NBL, Rudy Gobert e Donovan Mitchell, foram confirmados com a doença. A assessoria de comunicação do time Utah Jazz de Salt Lake City, soltou um comunicado oficial:

"Esta manhã, um jogador do Utah Jazz testou negativo para influenza, garganta inflamada e infecção respiratória superior. Os sintomas do indivíduo diminuíram ao longo de hoje, no entanto, em uma medida de precaução, e em consulta e cooperação com a equipe médica da NBA e as autoridades de saúde de Oklahoma, foi tomada a decisão de testar o Covid-19. Um resultado positivo preliminar voltou logo antes do início do jogo Utah Jazz-Oklahoma City. Posteriormente, a decisão foi tomada corretamente pela NBA para adiar o jogo. Quando foi determinado que o indivíduo seria testado, informamos imediatamente o escritório da liga. A saúde e a segurança de nossos jogadores, de nossa organização, de toda a nossa liga e de todos aqueles potencialmente afetados por essa situação são fundamentais em nossas discussões.

Estamos trabalhando em estreita colaboração com as autoridades estatais do CDC, Oklahoma e Utah e a NBA para determinar a melhor maneira de avançar à medida que coletamos mais informações. Atualmente, o indivíduo está sob os cuidados de autoridades de saúde em Oklahoma City. Em coordenação com a NBA e as autoridades estaduais, forneceremos atualizações no momento apropriado”.

Daniele Rugani

 

Daniele Rugani, famoso jogador de futebol da Itália, deu positivo para a doença também, fazendo com que seus colegas de time, ficassem de quarentena. A Champions League Europeia está em alerta. Segundo o jornalista Antonello Guerrero, o campeonato poderá ser interrompido.

"Você já leu as notícias e é por isso que quero tranquilizar todos aqueles que estão preocupados comigo, estou bem. Neste momento, porém, sinto ainda mais o dever de agradecer a todos os médicos e enfermeiros que estão lutando nos hospitais para enfrentar essa emergência. Peço a todos que respeitem as regras, porque esse vírus não faz distinções! Vamos fazer isso por nós mesmos, por nossos entes queridos e por aqueles que nos rodeiam", disse ele.

Janet Broderick

 

Janet Broderick é uma Pastora da Califórnia, cunhada da atriz Sarah Jessica Parker, irmã do ator Matthew Broderick. A religiosa participou de uma conferência que contou com a participação de mais de 500 igrejas americanas. Ela ficou doente pouco depois da realização do evento, foi confirmada com a doença e está internada em renomado hospital, com forte pneumonia.

"Já passei pelo pior e estou me recuperando", disse aos fiéis.

Idris Elba

 

Idris Elba anunciou que teve resultado positivo em um teste para o novo coronavírus, juntando-se a Tom Hanks e sua esposa, Rita Wilson, entre as primeiras grandes celebridades a contrair a doença respiratória. Pelo Twitter, Idris disse que não apresentava sintomas, mas estava se isolando dos outros. 

"Hoje de manhã testei positivo para o Covid-19. Sinto-me bem, até o momento não tenho sintomas, mas estou isolado desde que descobri minha possível exposição ao vírus. Fiquem em casa e sejam pragmáticos. Vou mantê-los atualizados sobre minha condição… Sem pânico", escreveu Elba, de 47 anos.

Elba disse que fez o teste porque descobriu na sexta-feira que havia sido exposto a alguém que contraiu a doença. Ele não identificou a pessoa.

Kristofer Hivju

 

Mais um famoso gringo confirmou estar com coronavírus. Kristofer Hivju, conhecido por seu papel como Tormund Giantsbane na série Game of Thrones, revelou em suas redes sociais ter testado positivo para a doença.

"Saudações da Noruega! Sinto muito em dizer que hoje eu testei positivo para Covid-19, Coronavirus. Minha familia e eu estamos isolados em casa pelo tempo que for necessário. Nós estamos bem de saúde – eu tenho apenas sintomas fracos de resfriado", contou ao compartilhar uma selfie ao lado da mulher, Gry Molvær Hivju.

"Tem pessoas que correm maior risco para quem esse vírus pode ser um diagnóstico devastador, então peço para que todos vocês sejam extremamente cuidadosos: lavem as mãos, fiquem a pelo menos 1,5 metro de distância dos outros, entrem em quarentena, façam todo o possível para parar a disseminação do vírus. Juntos podemos lutar contra esse vírus e impedir uma crise em nossos hospitais. Por favor cuidem uns dos outros, mantenham sua distância e fiquem saudáveis! Por favor visitem os sites de Controle de Doenças de seus países e sigam as regras para se manter seguros e proteger não apenas vocês, mas toda uma comunidade, especialmente aqueles que correm mais risco como idosos e as pessoas com outras doenças", finalizou.

Itziar Ituño

 

Por conta da pandemia do novo Coronavírus, várias gravações e filmagens de séries e filmes tiveram que ser adiadas, assim como a estreia de alguns deles, e a Netflix foi uma das empresas a seguir esta orientação.

Itziar Ituño, atriz que interpreta Lisboa em La Casa de Papel, reforçou a importância de tal decisão da empresa, aproveitando para informar aos fãs que tetsou positivo para a Covid-19.

“Olá, galera! É oficial, desde sexta-feira à tarde tenho sintomas (febre e tosse seca) e hoje recebemos a confirmação do teste epidemiológico. É o coronavírus. Meu caso é leve e estou bem, mas é muito muito contagioso e superperigoso para pessoas que são mais fracas”, contou ela, antes de pedir que não tratem como algo inofensivo.

“Isso não é bobagem, esteja ciente, há mortos, muitas vidas em jogo e ainda não sabemos até que ponto isso vai chegar. Então, chegou a hora de ser vacinado pela responsabilidade e pelo bem comum. É um tempo de solidão e generosidade! É a hora de ficar em casa. Você irá proteger a si mesmo e proteger aos outros. Cuide-se”.

Andy Cohen

 

Andy Cohen usou as redes sociais, no dia 20 de março, para avisar que fez teste e descobriu que está com coronavírus.

O apresentador do programa de TV Watch What Happens Live escreveu mensagem aos fãs.

"Depois de alguns dias em quarentena e não me sentindo bem, eu testei positivo para o Coronavirus. Por mais que eu sentisse que poderia superar qualquer mal-estar para fazer o #WWHL direto de casa, nós estamos fazendo uma pausa por enquanto para que eu possa focar em me recuperar. Quero agradecer a todos os profissionais da saúde que estão trabalhando incansavelmente por todos nós e peço para que todos fiquem em casa e tomem cuidado", escreveu.

O que é o Coronavírus

 

O Sars-Cov-2 é o mais novo integrante de uma família já conhecida. Ela é formada por vírus que tiveram origem em animais silvestres. Alguns deles infectaram humanos e já causaram outras epidemias. Coronavírus é o nome de uma família desses vírus. O nome vem por conta dos mesmos terem suas estruturas em formato de coroa. Eles costumam circular entre animais, como roedores e morcegos. Mas a doença começou a afetar humanos também. O vírus causador sofre mutações espontâneas e aleatórias, por isso ainda não há uma medicação certeira para combater a doença.

São eles os responsáveis por infecções respiratórias e já provocaram outras doenças.

Como o coronavírus começou a circular

 

O novo coronavírus começou a circular na China em 2019, ganhando um nome temporário de 2019 n-Cov. Depois, ocorreu o “batismo” oficial: SARS-CoV-2, sigla do nome completo em inglês: Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 (em tradução livre: Síndrome Respiratória Aguda Grave Coronavírus).

De acordo com uma pesquisa, 80% dos infectados são leves e a taxa de mortalidade está entre pessoas idosas. Isso além de portadores de outras doenças, principalmente as cardiovasculares, que podem contrair a versão crítica da Covid-19.

Sintomas

 

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), os sintomas mais comuns do novo coronavírus são tosse seca ou com secreção, febre acima de 37 graus (sendo que em alguns casos a febre não se manifesta, como por exemplo, jovens, idosos, imunossuprimidos (pessoas que nasceram com uma deficiência imunológica) e dificuldade para respirar.

Além desses, podem ocorrer: insuficiência renal, dores no corpo, congestão nasal, inflamação na garganta, diarreia.

Transmissão

 

Pelo ar: a transmissão e recepção podem acontecer pela saliva, catarro e gotículas expelidas pela boca, como o espirro e o catarro, tosse e até mesmo a fala. Essas gotículas entram em contato com a mucosa dos olhos, nariz e boca, causando a infecção.

Por contato: Beijo, abraço, aperto de mão, ou toque em superfícies infectadas, como celular, maçanetas, corrimão, apoios no transporte público, teclas do computador ou outras, botões. Se você estiver infectado, o vírus é altamente transmissível através das suas mãos.

Animais domésticos


Não há afirmações de que animais domésticos possam transmitir o vírus para humanos. Já no final do mês de fevereiro, as autoridades chinesas informaram que um cão de estimação contraiu o coronavírus e seu dono já estava infectado.

Prevenção

 

1 – Uma das prevenções mais eficazes contra o COVID-19 é lavar bem as mãos, incluindo dorso, embaixo das unhas e antebraço, usar álcool gel nos mesmos lugares, imediatamente após a lavagem. O álcool gel forma uma camada protetora e o vírus não resiste a ele, portanto, não consegue se fixar na superfície do corpo. Assim, evita-se de levar o vírus à mucosas. Por exemplo, em caso de alguma coceira, tomando cuidados com a higiene das mãos, ele não consegue se instalar em mucosas como nariz, boca e olhos, locais onde ele busca se instalar e causar todo o transtorno de contágio.

2 – Quando tossir ou espirrar, o melhor a fazer é colocar o cotovelo na boca. Nunca as mãos.

3 – Limpar frequentemente objetos de uso diário como computadores, aparelhos telefônicos, celulares, chaves do carro, maçanetas, volante do carro etc., com álcool gel ou álcool 70.

4 – Não frequentar lugares com multidões.

5 – Não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos, talheres, toalhas etc.

6 – Manter distância de, ao menos, 1 metro entre as pessoas, principalmente das que estão com tose ou espirros.

7 – Evitar tocar no rosto antes de realizar a higiene necessária.

8 – Evitar cumprimentar as pessoas com beijo, abraço ou aperto de mãos e, se tiver sintomas de gripe, evitar sair de casa.

9 – Usar lenços descartáveis.

10 – Máscaras: apenas devem ser usadas por pessoas que estão tossindo, com coriza, espirrando ou que esteja com suspeita da doença. Do contrário, ela não previne, pois acabamos mexendo mais vezes no rosto para ajeitá-la e aí pode acontecer a contaminação.

Tratamento

 

Não existe tratamento específico contra o Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. Quem estiver infectado, recebe um tratamento que vai aliviar os sintomas. De acordo com o Ministério da Saúde, o tratamento indicado é repouso e dobrar o consumo de água para se hidratar. Ainda não há vacina específica para prevenir a contaminação contra o coronavírus.

As medidas adotadas para aliviar os sintomas são:

1 – Medicamentos para dor e febre (antitérmicos e analgésicos que não contenham ibuprofeno). Sempre com o acompanhamento médico, que saberá exatamente qual medicação é a correta.

2 – Umidificador no quarto ou banho quente para aliviar a dor de garanta e tosse.

3 – Não se automedicar: remédios que contenham ibuprofeno, por exemplo, não podem ser usados em caso de suspeita do coronavírus. Tudo deve ter a recomendação médica.

Aplicativo

 

O Sus disponibilizou um aplicativo que auxilia com dicas de cuidados para a prevenção da doença, além de fazer uma avaliação online sobre seu estado de saúde e mostra locais de atendimento mais próximos. Basta baixar no celular o Coronavírus SUS. Há também um telefone disponibilizado pelo Ministério da Saúde, o Dique Saúde. Basta ligar 136.