Notícias às 06:00

De ‘Malhação’ para ‘Pantanal’: O sucesso surpreendente de Alanis Guillen

Retrato Alanis Guillen
Reprodução/Instagram/@alanissguillen

O remake da novela “Pantanal”, exibido pela Rede Globo, está fazendo o maior sucesso e sempre fica entre uns dos assuntos mais comentados da web.

Leia+: Pantanal: Jove levará chifre de Juma com José Lucas? Saiba o que rolou em 1990

Com um elenco de peso, quem está se destacando mesmo é Alanis Guillen, intérprete da protagonista Juma Marruá.

A atriz de 24 anos agarrou a oportunidade com muita determinação. Com um sotaque que beira a perfeição e expressões faciais que realmente a fazem parecer uma garota selvagem criada sozinha e sem contato com o mundo externo, Alanis tem recebido muitos elogios do público.

Leia+: Sensitiva diz que Alanis Guillen e Jesuíta Barbosa ‘ensaiam’ um namoro

E pasmem, esse é o primeiro papel de grande destaque da jovem atriz na TV e ela já mostrou que tem tudo para ir muito longe na profissão.

ENTENDA O SUCESSO DE ALANIS GUILLEN

Como tudo começou

Alanis Guillen, natural de Santo André, começou sua carreira artística ainda criança, aos três anos, estrelando comerciais de diversas marcas famosas.

A jovem dedicou boa parte do seu tempo em cursos de atuação. Em 2018, Alanis integrou a Cia. de Teatro Nóis na Mala. No mesmo ano, a artista participou do curta metragem “Ser O Que Se É”.

Porém o primeiro papel na TV só veio em 2019, quando Alanis tinha 21 anos e interpretou Rita em “Malhação: Toda Forma De Amar”, da Rede Globo.

Rita (Alanis Guillen) em Malhação
Rita (Alanis Guillen) em Malhação – Foto: Divulgação/João Miguel Junior/TV Globo

Pantanal

Em setembro de 2021, Alanis foi anunciada como a atriz que daria vida à icônica Juma Marruá, personagem vivida por Cristiana Oliveira na primeira versão de “Pantanal”.

Em uma entrevista para o GShow, a atriz contou como decidiu fazer o teste para a produção. “Quando disseram que haveria essa nova versão de Pantanal, novela que nunca tinha assistido, uma galera na internet começou a me marcar em publicações e muitas pessoas começaram a comentar. Pessoas amigas, da família, dizendo: ‘Essa personagem tem que ser você’. Eu queria saber quem era a personagem, que história era essa, fiquei muito curiosa. Depois de entender do que se tratava, quis fazer teste para essa produção”, contou.

Juma Marruá (Alanis Guillen) em Pantanal
Juma Marruá (Alanis Guillen) em Pantanal – Foto: Divulgação/Pantanal/João Miguel Junior/TV Globo

Alanis relembrou como conseguiu fazer o teste para interpretar Juma. “Surgiu essa oportunidade de fazer o teste, em selftape, que até então estávamos todos aprendendo a lidar com essa nova forma de trabalhar. Moro em apartamento e, como a instrução do teste era fazer ao ar livre, pedi ajuda a um casal de amigos que mora em uma casa com quintal, e por sorte ainda trabalham com vídeo. Me dedico a todos os selftapes, mas esse realmente foi especial, com minha amiga me dirigindo, com uma câmera profissional e até equipamento de som. Detalhe: eu não podia falar para ninguém do que se tratava, era algo sigiloso. Disse aos meus amigos, e até para os meus pais, que era mais um teste de uma produção qualquer. Fiz, mandei e logo tive resposta da produção, que gostou muito”.

Depois da primeira aprovação, a atriz foi convidada para fazer um teste presencial. “Enquanto esperava o retorno desse teste, algum veículo de imprensa publicou que eu estava confirmada, mas eu mesma ainda não tinha tido essa resposta. Amigos e familiares me cobrando de não ter falado nada e me parabenizando. Foi uma loucura, porque não sabia o que responder. Não sabia nem se eu já podia comemorar ou não. Até que veio a confirmação. Aí eu transbordei”, relembrou.

Preparação

Para viver a Juma Marruá, Alanis Guillen precisou passar por uma preparação intensa e fez aulas de equitação. “Nunca tinha cavalgado. Então, o aprendizado foi desde o início aprendendo a montar, a relação com esse animal que eu não tinha muita intimidade, entender meu corpo ali, como cavalgar com uma arma na mão, segurando com apenas um braço”.

Além disso, a atriz contou em entrevista à 29 Horas que voltou a comer carne para viver a personagem. “Queria me lembrar da sensação da fibra em contato com a boca, sentir os efeitos desses nutrientes no meu organismo. A carne é um alimento pesado, que nos puxa à matéria, e Juma, em toda a sua rusticidade, me pediu por esse vigor”.

Alanis ainda passou dias imersa na natureza. “Passei dias andando descalça e noites inteiras imersa na natureza, aguçando minha visão noturna. Experimentei, ainda, aulas de equitação e de kung fu. Meio humana, meio bicho, Juma Marruá é um lembrete de que todos nós estamos integrados à natureza e devemos, quanto mais breve, nos reconectar a ela e a seus chamados. A personagem é um grito de socorro e trégua, pelas nossas matas devastadas e por nossos animais extintos, que eu espero muito que ressoe e seja ouvida para muito além das fronteiras do nosso Centro-Oeste”.

Atuação brilhante

Além de toda a preparação, Alanis entrou mesmo de cabeça nesse projeto. A atriz tem um sotaque caipira praticamente perfeito.

Alanis interpreta muito bem a menina onça, com um ar doce, mas ao mesmo tempo selvagem e arredio.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!