Notícias às 17:48

Deputado reage a vitória de Pabllo Vittar como Homem do Ano

Reprodução/Instagram

Na quinta-feira (3), Pabllo Vittar foi agraciado com o prêmio de Homem do Ano, pela revista GQ, e a web ficou em polvorosa com a conquista da cantora. Uma soberana parcela de comentários foi favorável e incentivador.

“Que continue assim sendo voz pra nós LGBTQ”, desejou um fã.

Mas, como as opiniões nem sempre são unânimes, houve quem não gostasse. Uma das pessoas foi o Deputado Estadual André Fernandes. Conservador, ele externou sua insatisfação com o feito da drag queen, reclamando em seu perfil no Twitter, na sexta-feira (04).

“Um viado de peruca ganhou o prêmio de homem do ano”, escreveu.

Hit de Pabllo Vittar vira tema principal de série em Portugal

A declaração homofóbica do parlamentar se deu após Pabllo ter usado exatamente os mesmos termos para comemorar.

“É isso mesmo minhas filhas, o ‘viado’ de peruca ganhou”, disse ela à revista.

O parlamentar recebeu uma avalanche de críticas.

“Querido André, você também pode concorrer ao prêmio. Só falta a peruca!”

“A Pabllo ganhou um prêmio e o deputadozinho se doeu. A masculinidade frágil do homem hétero se abala até com um prêmio zé besteira de revista. Imagina o esforço diário que tem que fazer”, alfinetou um internauta.

“E um homem, deputado estadual, ganhou o prémio de asno do século. Parabéns”, disse outro.

“E um monte de hétero despeitado e sem peruca choramingando!

“Ele ganhou e você não! Quem será que é mais homem? Fica a dúvida no ar”, provocou um internauta.

Pabllo Vittar ganha prêmio de Homem do Ano: 'Posso sim'

Representatividade

De acordo com a revista GQ Brasil, Pabllo foi nomeada por sua contribuição à música brasileira, pela representatividade da comunidade LGBTQIA+ e pelo uso de seu espaço para a luta pela igualdade.

“Ganhar um Men Of The Year é afirmar que posso, sim, caminhar pelo masculino, pelo feminino e ter sucesso em ambos”, disse a drag.

Quem é ele?

André Fernandes (PSL), de 22 anos, é o Deputado Estadual mais jovem do país. Há um anos e meio ocupando uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (ALCE), Fernandes acumula diversas representações contra o seu mandato, protocolados por partidos e parlamentares que o acusam de calúnia, injúria e propagação de informação falsa.

Por conta disso, ele está na mira do Conselho de ética da ALCE que está em processo de apuração e investigação das denúncias protocoladas. 

Natural de Iguatu, na região centro sul do Ceará, ele é filho de um pastor evangélico. Antes de ingressar na carreira política, fazia vídeos para redes sociais, com conteúdo caracterizado pelo próprio como “zoeira e comédia”. Seu canal no Youtube possui mais de 500 mil inscritos e 143 vídeos.

Relembre parcerias de sucesso entre cantoras e drag queens

Pabllo Vittar e Pocah esbanjam sensualidade no clipe de Bandida