Notícias às 17:25

Emicida é o único brasileiro indicado ao BET Awards 2021

Reprodução/Instagram

O rapper Emicida conquistou a gringa e foi indicado para o prêmio "BET Awards", dedicado ao hip hop, realizado todos os anos nos Estados Unidos. Ele é o único representante do Brasil na premiação, que acontece no dia 27 de junho, concorrendo concorre na categoria de "Melhor Artista Internacional".

Outros nomes que disputam o prêmio com ele são: Aya Nakamura e Youssoupha, da França; Burna Boy e Wizkid, da Nigéria; Diamond Platnumz, da Tanzania; Headie One e Young T & Bugsey; do Reino Unido.

A premiação é organizada pela Black Entertainment Television e celebra a excelência negra na música, televisão, cinema e esportes. Depois de ser on-line em 2020, por conta da pandemia, este ano o evento volta a ser apresentado ao vivo, diretamente de Los Angeles.

No ano passado, o mineiro Djonga foi indicado na mesma categoria, sendo o segundo brasileiro a ser indicado ao "BET Awards". A primeira brasileira foi MC Soffia em 2018.

Por aqui a MTV transmitirá a cerimônia a partir das 21h.

Reflexivo

 

Emicida tornou-se uma potente voz reflexiva e ativa contra os problemas políticos e sociais no Brasil. O disco "AmarElo" (2019) exibiu o lado mais pacífico do discurso do artista, integrando o samba à potência do hip hop, a base da arte criada pelo cantor.

Já no final de 2020, Emicida juntou-se à Netflix e lançou o documentário "AmarElo – É tudo pra ontem". O filme mistura trechos do show e da gravação do álbum, as pensamentos do rapper sobre o contexto – que vai desde a chegada do primeiro navio negreiro no Brasil até a pandemia do novo coronavírus.