Notícias às 12:41

Felipe Andreoli se emociona com Jornal Nacional: ‘Chorei de orgulho’

felipe-andreoli-se-emociona-com-homenagem-do-jornal-nacional

Reprodução/Instagram

Felipe Andreoli não conteve a emoção ao assistir a surpresa aos jornalistas no “Jornal Nacional”, da TV Globo. O telejornal anunciou o novo quadro, intitulado “Fatos e Pessoas”, que será apresentado todos os dias e mostrará os bastidores dos profissionais da emissora enquanto fazem o seu trabalho. Com um discurso emocionante, William Bonner e Renata Vasconcellos explicaram que a ideia é homenagear os jornalistas. Afinal, eles não deixaram de trabalhar nenhum dia durante a pandemia e também lidaram com as angústias do dia a dia.

Ao assistir a linda surpresa, Felipe não conteve as lágrimas e falou do orgulho que sente da profissão. Além disso, o apresentador ainda refletiu sobre todos os desafios enfrentados pelo jornalismo diariamente. No Instagram, o ele compartilhou um desabafo que fez no Twitter e escreveu um pouco mais sobre o assunto.

Veja+: Climão! Felipe Andreoli detona desabafo político de Juliana Paes

“Ta f… Chorei com esse final de JN. Orgulho da nossa classe! Orgulho de ser jornalista! Seguimos na luta, sempre”, escreveu Felipe no Twitter. Pouco depois, no Instagram, o jornalista refletiu: “Chorei de tristeza. Chorei de orgulho. Choro por ver tanta gente desconectada de uma realidade que é esfregada na nossa cara. E tem gente que fecha o olho. Choro com a agressividade que cada jornalista sofre quando vai pra rua, quando tá trabalhando. E a gente vive isso desde que virou orgulho de ser ignorante. Atacar sem argumentar”, começou.

“Choro por quem vai me xingar aqui e na DM. Mimimi. Globo Lixo. Comunista. E etc. Eu fico triste. Mas não me abalo. Eu e meus valentes amigos e colegas seguiremos. Juntos. E só o Brasil unido, junto, vai passar este momento de trevas”, finalizou, enfim, na legenda do post.

“Fatos e pessoas”, quadro homenageia jornalistas no Jornal Nacional

Na tarde da última quinta-feira (10), William Bonner postou em suas redes sociais que teria uma surpresa no “Jornal Nacional” e manteve um suspense grande dizendo: Então, sobre esse momento especial que vai ter hoje no ‘JN’. Eu sei até quanto tempo isso vai durar. É, vocês não sabem”. No entanto, tudo foi revelado no final da edição do dia, quando o jornalista revelou que a Globo iria vincular, nos intervalos da programação, momentos de intimidade dos jornalistas da emissora e conversas que eles tem com seus parentes fora do ar.

“O motivo dessa iniciativa é desfazer uma ideia equivocada, que esses dias tão difíceis ajudaram a criar na imaginação de muita gente. Desde o início da pandemia, nós jornalistas nunca deixamos de trabalhar. Assim como tantas outras categorias profissionais, as da saúde, em primeiríssimo lugar, a nossa também não poderia fazer isso. Nós tivemos que tomar todo o cuidado pra manter você informado sobre os fatos e protegidos das fake news.

Mas acontece que também, assim como em outras categorias, o dever profissional não afastou a gente dos medos, das angústias, das aflições que são comuns a todos. Jornalista trabalha firme, mergulha na notícia, cumpre o dever de informar. Jornalista pode até passar uma imagem de que faz isso tudo com facilidade como se fosse invencível. Sem medo de adoecer, sem cansaço, sem saudade… mas não!”, disse ele.

Veja+: Bonner comenta sobre efeitos colaterais após ser vacinado

Renata Vasconcellos se emociona

Um desses filmes, com áudios de dois repórteres falando com seus parentes sobre assuntos do dia a dia deles, que quase todos de nós fazemos com nossos pais, esposas, maridos, filhos, foi transmitido… Na volta, Renata Vasconcellos completou a informação, quase segurando o choro de emoção ao assistir a homenagem do Jornal Nacional aos jornalistas.

“A partir de hoje, filmes como esses vão mostrar que nós jornalistas, damos as notícias que nós próprios vivenciamos. Nós somos jornalistas. E nós estamos aqui por você, pelo nosso país, cada um de nós. Essa é a nossa missão… é como a gente pode ajudar”, disse ela.

Por fim, ao invés do tradicional ‘Boa Noite’ do final, os dois se levantaram da bancada, enquanto a câmera fazia um longo passeio pela redação, mostrando os profissionais que levam o jornal ao ar todos os dias. Em um dos takes, aparecem William e Renata de pé, com suas máscaras, enquanto a câmera continua o passeio, até terminar no telão, que serve de cenário. Tudo embalado pelo tradicionalíssimo tema do Jornal Nacional, só que desta vez executado, por último, apenas por um violão.