Notícias às 02:06

Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert discutem a maternidade durante programa

Bob Paulino/Divulgação

A apresentadora Fernanda Lima e o maridão, Rodrigo Hilbert, vão abordar a maternidade com Djamila Ribeiro e Helen Ramos no "Bem Juntinhos" desta quinta-feira (6). O programa, apresentado pelo casal, é exibido pelo canal fechado GNT.

Na edição, Fernanda vai comentar sobre as dores e as delícias da vida como mãe, incluindo desde a gestação até o processo de crescimento dos filhos, da família, sem deixar de passar pela questão física e mental também. O intuito da modelo é um papo gostoso e sem a romantização da maternidade.

Rodrigo, que participa atiivamente da crianção dos filhos, também vai complementar a roda de conversa. Ao lado de Fernanda, ele é pai dos gêmeos João e Francisco, de 13 anos, e da caçula, Maria Manoela, nascida em 2019.

O "Bem Juntinhos" vai ao ar sempre às quintas-feiras, a partir das 21h30.

Eita! Não foi bem assim

 

Durante uma matéria exibida no programa "Fantástico", Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert se tornaram mais uma vez o foco central de uma grande repercussão na internet, que envolvia novamente os dotes caseiros do ator. Uma fala de Fernanda virou meme na web, após a apresentadora dizer que o marido havia construído a própria capela em que se casaram!

No entanto, não foi bem assim que tudo aconteceu. Em entrevista ao programa Timeline, presente na programação da Ràdio Gaúcha, Fernada esclareceu que sua fala foi interpretada de uma maneira um pouco diferente da realidade. 

“É preciso dizer que, no Fantástico, quando eu falei que o Rodrigo construiu a capela e me pediu em casamento, eu não falei que ele fez com as próprias mãos. Eu falei que ele construiu, mas, na verdade, como quando a gente constrói uma casa, a gente chama outras pessoas”, começou ela.

“Eu não falei que ele construiu com as próprias mãos cada tijolo, pintou e tal. Não foi isso que eu disse, vocês que entenderam assim. Tem uma coisa importante de falar também que é: a gente nunca está sozinho. Estou falando por ele, de repente ele vai ouvir e nem vai gostar do que eu estou falando. Mas é importante lembrar que tem outras pessoas, parceiros, amigos que podem colaborar para esses projetos", completou.

Poxa, Hilbert! Mas, pelo visto, ele ajudou, não é mesmo?