Notícias às 15:44

Fernanda Montenegro e Fernanda Torres são ovacionadas pelo público com estreia de Amor e Sorte

Divulgação/Globo/Andrucha Waddington

Na última terça-feira (9), o especial Amor e Sorte estreou na tela da Globo com um episódio esperado pelos fãs, protagonizado por Fernanda Montenegro e Fernanda Torres. Mãe e filha. Gilda e Lúcia na ficção desse trabalho.

Taís Araujo e Lázaro Ramos sobre série: 'Mudou o clima em casa'

Gravado no sítio da família na serra do Rio de Janeiro, o projeto foi idealizado por Jorge Furtado que também assinou o texto do capítulo ao lado de Antonio Prata, Chico Mattoso e da própria Fernanda Torres. Além das duas, o filho mais velho de Torres, Joaquim Waddington – fruto do casamento com Andrucha Waddington -, faz suas aparições como um rapaz ao estilo hippie.

No episódio, uma é livre, que passou por períodos complicados no contexto político, gosta da bossa carioca e acredita que o álcool da caipirinha e o sol do Rio de Janeiro são capazes de 'acabar' com o vírus da Covid-19. A outra é uma executiva pronta para levar o trabalho para qualquer lugar enquanto vive a correria de São Paulo.

Com dois mundo tão divergentes, a relação entre elas estremeceu e a partir da pandemia e a quarentena, são obrigadas a conviver de forma intensa já que Lúcia decide viver um isolamento bem restrito.

Fernanda Montenegro fala de vitalidade aos 90: ‘Pulsação adolescente’

A simplicidade do texto, as atuações fantásticas de ambas e até a parte de 'sabotagem' de Gilda para ficar mais com a filha foram as somas certeiras ao episódio que acabou comentado entre os internautas.

É a patroa e a filha da patroa, né?!

Lázaro Ramos: ‘Quem continuar casado não se separa mais!’

Veja as reações: