Notícias às 15:15

Filha de Mingau pede respeito, após pedidos de fotos do pai internado

Mingau e a filha Isabella Aglio
Reprodução/Instagram

O músico Mingau, conhecido pelo grupo Ultraje a Rigor, está internado desde o início de setembro, quando foi baleado na cabeça. Recebendo muitas cobranças sobre informações do pai, Isabella Aglio desabafou nas redes sociais.

A influenciadora disse que o baixista está estável, mas que ainda tem uma longa recuperação pela frente. “Gente, é como falei lá atrás… não esperem super novidades a todo tempo. Graças a Deus ele está bem, estável e se recuperando, mas há um longo caminho pela frente e estamos trabalhando nisso. Agradeço a preocupação de todos! Quando tiver uma novidade significativa, vocês saberão”, começou.

Ela explicou que não atenderá aos pedidos de imagens de Mingau no hospital, dada a situação delicada em que ele se encontra. “E sobre vê-lo: não vou divulgar imagens do meu pai em estado de vulnerabilidade, onde não há consentimento. Sem chance. Paciência e fé. Se ele não estivesse bem, eu não estaria aqui postando, indo a evento, etc… fiquem tranquilos quanto a isso. Ele está muito bem amparado, graças a Deus”. 

Em seguida, a filha de Mingau deu um basta nos comentários desrespeitosos: “Queria entender o que se passa na cabeça de tantas pessoas e ter que ficar calada. (…) Ele está bem, está estável, clinicamente bem, só que ele tomou um tiro na cabeça. Vocês têm noção o que é um tiro na cabeça? Deveria ser de senso comum que não se divulga uma foto de uma pessoa que tomou um tiro na cabeça. Mesmo se ele consentisse, se tivesse consciência suficiente para consentir, eu não ia postar. Pra quê? Só pra matar curiosidade de fofoqueiro, de maria fifi? Vá à merd*, fod*-se! Pistolei”, desabafou.

“Desculpa vocês que não têm nada a ver com isso, que só me mandam mensagens de carinho, de força, e têm que ver isso, mas eu precisava desabafar”, disse depois da explosão. Algumas horas depois, ela apagou o desabafo. 

Isabella ainda contou que tem se sentido sobrecarregada com a situação que está passando, apesar de preferir manter a privacidade sobre determinados assuntos. “E entendam, gente: por mais que eu apareça aqui com coisas mais leves para não me expor MAIS do que já estou exposta, por trás sou uma pessoa traumatizada, preocupada, cansada, sobrecarregada e com muitas crises. Paciência comigo também, Tô passando pela fase mais difícil da minha vida e tentando me manter forte”, finalizou.

O que aconteceu com Mingau?

  • Mingau foi vítima de um tiro na cabeça, no dia 02 de setembro, em sua viagem por Paraty, quando saiu de sua pousada em Trindade com um amigo para comprar comida, segundo depoimento do rapaz que o acompanhava.
  • O carro do baixista foi alvejado por tiros, ao passar pela Praça do Ovo, na Ilha das Cobras, e um deles atingiu a cabeça do músico;
  • Seu estado era grave e ele foi transferido por uma UTI helicóptero do Corpo de Bombeiros até São Paulo, onde está internado na UTI do Hospital São Luís;
  • No dia 05 de setembro, o neurocirurgião, Dr Manoel Jacobsen Teixeira, conversou com a imprensa, revelando o que viram nos exames e cirurgia do músico: o projétil penetrou na caixa craniana na região frontal esquerda, e não ficou retido dentro do crânio, o que, provavelmente, atravessou e se perdeu no ambiente onde houve o acidente.
  • Mingau passou por cirurgias e esteve em coma induzido até o dia 16 de setembro, quando reduziram a sedação e a ventilação mecânica
  • No dia 20 de setembro, Mingau começou a reagir e abriu os olhos.
  • Ainda na UTI, o músico está se comunicando através do movimento dos olhos e apresenta quadro clínico estável

Notícias Relacionadas