Notícias às 12:15

Filha de Tom Veiga faz cerimônia de sete dias da morte do pai

Reprodução/Instagram

Alissa Veiga, filha mais nova de Tom Veiga, intérprete de Louro José, usou as redes sociais para falar da cerimônia em homenagem aos sete dias da morte do pai, vítima de um AVC, neste domingo (8). 

“Hoje foi um dia bem especial. Hoje fez uma semana que meu pai se foi (encontraram ele no dia 1, mas ninguém conseguia falar com ele no dia 31, de tardezinha para noite, então consideramos 31)”, explicou a jovem.

Filha de Tom Veiga sobre morte do pai: 'Dominou o mundo'

“A mãe da minha melhor amiga teve a ideia de soltar os balões (que estavam no dia do meu aniversário) com uma cartinha para o meu pai (para me despedir dele, já que eu não consegui ir no enterro), e outra para Deus, para agradecer e pedir por dias melhores”, completou.

Alissa disse que a iniciativa fez com que ela se sentisse mais leve e aproveitou para agradecer todo o carinho recebido ao longo da semana.

Neto de Ana Maria Braga consolou a avó: ‘A vida é assim, a gente vem e a gente vai’
Tom Veiga e ex-mulher iriam reatar casamento nesta semana

“Foi lindo e me fez sentir mais leve, agora eu tenho certeza de que ele sabe tudo o que eu sinto. Consegui agradecer por tudo e etc”, escreveu. “Queria agradecer também por todas as mensagens que eu tenho recebido ao longo da semana, é lindo esse carinho que vocês tem pelo meu pai e pela minha família. Obrigada”, finalizou a jovem, que completou 15 anos no dia da morte do seu pai.

Filha de Tom Veiga sobre a morte do pai: 'Dominou o mundo'

Alissa Veiga, filha mais de Tom Veiga, intérprete de Louro José, comentou sobre a repercussão da morte do seu pai, que foi vítima de um AVC e encontrado morto no primeiro dia de novembro, no Twitter. A jovem compartilhou uma matéria do jornal americano The Washing Post, que fala da comoção causada pela morte do ator. 

“No Brasil, a morte de uma marionete de papagaio agita a nação”, diz o título da notícia.

“Pai, você dominou o mundo”, escreveu Alissia, ao compartilhar o post. 

Amiga de Tom Veiga, Dany Bananinha revela que sonhou com ele

A publicação estadunidense classificou como rara a comoção causada, em meio a tantas mortes provocadas pelo novo coronavírus, após a morte do artista. "É extraordinário que a dor nacional seja desencadeada pelo falecimento de uma marionete. Mas assim foi no Brasil na segunda-feira, quando uma onda de emoção se seguiu à notícia de que o titereiro atrás de Louro José — um papagaio de 60 centímetros de altura e figura do programa matinal mais popular do país — havia morrido."