Notícias às 04:00

Filho de Naya Rivera se forma no jardim da infância

Naya Rivera com o filho

Repropdução/Instagram

O pequeno Josey, de cinco anos, filho da falecida atriz Naya Rivera e do ator Ryan Dorsey, se formou no pre-kinder (jardim de infância) e o orgulhoso papai mostrou o momento no Instagram.

O ex-marido de Naya publicou uma foto do menino usando beca no dia de sua formatura.

Em setembro o menino completa seis anos e já vai para o Kindergarten, que é como a pré-escola (que prepara a criança para o primeiro ano da primária).

Veja+: Pai de Naya Rivera fala como o neto está lidando com a ausência da mãe

“Saindo do jardim da infância, próximo Pré-escola #PaiOrgulhoso”, escreveu o ator.

Desde que Naya morreu, Ryan mostra como tem sido a vida do filho, em suas redes sociais.

Ele e a irmã de Naya, Nickayla Rivera, se uniram para dar ao menino uma vida estável diante da ausência da mãe.

“Ela é a figura mais próxima de uma mãe para ele”, justificou o ator em uma entrevista no ano passado.

Lidando com a morte da mãe

George Rivera, pai da falecida atriz Naya Rivera, revelou em conversa com o programa Entertainment Tonight como seu filho Josey, de cinco anos, está lidando com a ausência da mãe.

A estrela de ‘Glee’ morreu tragicamente afogada em julho de 2020 enquanto passeava de barco com o menino e após seu falecimento, a irmã da atriz, Nickayla Rivera, foi morar com o ex-marido de Naya, Ryan Dorsey, para ajudar a criar o filho e o avô do menino acha que a dupla está fazendo um ‘trabalho muito bom’.

“Nickayla e Ryan estão fazendo um ótimo trabalho. Nós lidamos com ele como se lida com qualquer criança de cinco anos. Não é diferente, mas quando ele quer falar sobre sua mãe, falamos sobre sua mãe. Ele está crescendo, vai fazer seis anos, e sabe lidar com isso muito bem. Não é como se você estivesse falando sobre um fantasma que está flutuando, certo? Ele também tem memórias. É um garoto muito forte.”, comentou Rivera emocionado.

Cabe recordar que quando a irmã de Naya foi morar com Ryan surgiram muitas especulações, porém a família deixou claro que foi a melhor opção para cuidar do menino, que acabara de perder a mãe e tinha uma conexão muito boa com a tia.