Notícias às 14:00

George Clooney conta detalhes da vida privada

Grosby Group

George Clooney sempre foi muito reservado sobre a vida privada. Mas, finalmente o ator está se abrindo um pouco. Casado com a advogada ativista dos direitos humanos Amal Alamuddin Clooney desde 2014, e pai dos gêmeos de três anos, Ella e Alexander, o famoso astro de Hollywood falou pela primeira vez sobre sua vida na intimidade. 

Recentemente, Clooney comentou sobre sua família em uma entrevista enquanto promovia o longa The Midnight Sky, um filme da Netflix que ele dirigiu e estrelou junto a Felicity Jones e Kyle Chandler, que começará a ser exibido dia 10 de dezembro na plataforma. 

"Sem dúvidas ter Amal na minha vida mudou tudo para mim", ele disse ao programa This Morning, da CBS. "Foi a primeira vez que tudo que ela fazia e tudo sobre ela era infinitamente mais importante do que qualquer coisa sobre mim", explicou. 

"E depois tivemos os gêmeos… Isso preenche a minha vida e é algo que eu não tinha… Eu não achei que fosse acontecer", revelou. 

O ator também deu detalhes de como seu relacionamento com Amal ficou sério: "Nunca falávamos sobre casamento quando estávamos namorando, eu a chamei para sair do nada. Demorou um tempo para ela aceitar… Eu fiquei de joelhos por uns 20 minutos. Finalmente eu disse, 'Meu quadril está me matando'. Contamos essa história aos pais dela e eles ficaram tipo, 'Tem algo de errado com o seu quadril?'. Nunca falamos sobre ter filhos, então um dia, 'O que você acha?'. Fomos ao médico, fizemos o ultrassom e ele falou, 'Você terá um menino!', e eu pensei, 'Um menino, fantástico!'. E eles disseram, 'Tem outro aqui'. Eu achei que era um. De novo, estou velho. Do nada, dois filhos. É difícil não falar, e eu fiquei lá parado uns 10 minutos encarando aquele pedaço de papel, 'O quê? Dois?'", 

 George Clooney compara racismo à pandemia: 'Falhamos'

George Clooney contrata decorador para casa de brinquedos

Generosidade

 

Em 2013, surgiu a notícia de que George Clooney havia presenteado um grupo de amigos com um cheque de US$ 1 milhão (R$ 5,4 milhões) na época.

 

Agora, em uma nova entrevista para a nova edição da revista GQ da qual é capa, o eterno galã de Hollywood confirmou a notícia e explicou o que o levou a ser tão generoso com eles. 

Clooney assegurou que precisava compartilhar sua fortuna com 14 de seus amigos, pois em sua opinião seu sucesso na telona só foi possível graças a essa rede de apoio que sempre teve. O presente foi por 'agradecimento pelo apoio' durante seus 'altos e baixos'. 

Ele contou: "Amal e eu tínhamos acabado de nos conhecer, mas não estávamos saindo. Eu era solteiro. Estávamos envelhecendo. Eu tinha uns 52 anos. E a maioria dos meus amigos são mais velhos. Com o filme Gravidade, eles não queriam nos pagar, então pagaram um percentual do filme, acharam que o filme seria ruim, e acabou sendo ótimo. E eu pensei, eu tenho esses caras que são tudo pra mim, há mais de 35 anos, eles sempre me ajudaram, de um jeito ou de outro. Eu dormi no sofá deles quando estava sem nada. Eles me emprestaram dinheiro quando eu não tinha nada. Eles me ajudaram quando eu precisei ao longo dos anos. E eu os ajudei também. Somos bons amigos. Então eu pensei, sabe, sem eles, eu não teria nada disso. E somos muito próximos, então se eu fosse atropelado por um ônibus, todos eles também seriam. Então por que eu estou esperando para ser atropelado por um ônibus?". 

E o ator e cineasta de 59 anos lembra de ter contado a história para um cara muito rico, que achou uma má ideia. 

"Eu lembro de ter falado com um cara muito rico, que eu encontrei em um hotel em Vegas – certamente muito mais rico do que eu. E eu lembro que a história saiu, e ele tipo, 'Por que você faria isso?', e eu, 'Por que eu não faria isso, idiota?'", relembrou.