Notícias às 09:00

Gil do Vigor levanta o questionamento: ‘Até que ponto vale o preço da fama, Brasil?’

Gil do Vigor com semblante sério

Reprodução/Instagram

Primeiramente, tudo é festa. Todo mundo sonha em participar do “Big Brother Brasil” de olho não apenas no prêmio, mas na visibilidade, fama, e dinheiro proveniente da infinidade de publis que desde a edição do ano passado rondam o perfil dos participantes.

Contudo, de repente, o título de ex-BBB passa a incomodar (e muito) alguns. Sendo assim, tem participante que não quer nem ouvir falar do programa e recusa entrevistas sobre o tema. Outros, que ganharam fama de vilões, fazem de tudo para dissociar seus nomes com o da atração. E tem aqueles que se arrependem amargamente da superexposição.

Veja+: Livro de Gil do Vigor é o mais vendido da Amazon

E isso ficou evidente no final de semana passado, quando foi ao ar pela primeira vez o comercial estrelado por Gil do Vigor e Lucas Penteado, para o Dia dos Namorados. Vale lembrar que os dois deram um beijo inesquecível e marcante no reality. Entretanto, após a veiculação da propaganda, alguns fãs de Gil não gostaram de ver os dois juntos novamente. Por conta disso, o economista se chateou e quis saber o motivo.

Gil do Vigor e Lucas Penteado abraçados Foto (Reprodução/Instagram)

Polêmica

“Ele dizia nas entrevistas que não queria falar sobre você, evitava perguntas, sempre gritou que só faria mutirão pela Juliette, na época do seu cancelamento ele nunca te defendeu, nunca pediu voto para te ajudar”, respondeu uma internauta.

A partir daquele momento, Gil ficou surpreso e agradeceu aos fãs destacando que precisava saber de tudo.

Leia+: Gilberto Nogueira está namorando?

“Aqui não tem pano, vou resolver tudo, pessoal! Obrigado por falarem tudo pra mim! E eu sou esse Gil mesmo! Quem gostar e quiser, vai querer e gostar assim mesmo. Comigo não tem meio termo”, escreveu ele no Twitter.

Lucas, por sua vez, retrucou, se posicionou e mostrou alguns vídeos dele falando de Gil em algumas entrevistas depois de sua desistência do programa. Gilberto, então, Gil voltou ao seu perfil e fez mais um desabafo.

“Tudo que eu queria era seguir feliz e me preparar para meu PhD. Todo dia tenho mais certeza que meu mundo não é esse aqui e sim dentro de uma sala de aula estudando. A felicidade não tem preço! Vem setembro, vem logo”.

O pernambucano se referiu ao mês em que “dará adeus” aos holofotes e vai mergulhar em seus estudos, aplicando o PhD na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

Do mesmo modo, Sarah Andrade endossou o pensamento do amigo, no que se refere às armadilhas da fama.

“Ando pensando muitas coisas também, amigo”, disse a ex-sister.

A história se repete…

Neste sentido, o pensamento de Sarah e Gil não é incomum. Muitas pessoas desejaram a fama e de uma maneira ou de outra, acabaram se decepcionando com ela. Seja pela rejeição (sim, o termo “cancelamento” é muito novo!), pela falta de oportunidades ou simplesmente por considerar que não é o que buscavam.   

Assim como Gil, outros ex-participantes do BBB viveram esse mesmo sentimento. Na edição de 2005, por exemplo, a cearense Natália Prada, que rivalizou com Grazi Massafera no programa, chegou a trabalhar como atriz e apresentadora quando deixou o reality show. Hoje, ela é membro da comunidade Bola de Neve e vocalista da banda cristã Conexão Profética e se arrepende amargamente de ter posado nua na extinta revista “Playboy”.

No início do reality, na segunda edição, Manuela Saadeh formou com o cozinheiro Thyrso o primeiro casal sensação do programa. Ao deixar o game, posou nua, fez campanhas, mas decidiu outro caminho. Filósofa, ela cursa o doutorado na área, na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Há tempos se recusa a dar entrevista e em seu último pronunciamento disse que voltar para o anonimato foi uma “bênção”.

Outros casos

Um caso famoso entre artistas é o da atriz Lídia Brondi. Ela estreou na TV em 1974, aos 13 anos, e deixou o trabalho como atriz em 1991, após atuar em “Meu Bem, Meu Mal”. Na época, sofria de Síndrome de Pânico e procurou tratamento médico. Depois de se recuperar, decidiu estudar Psicologia e vem se dedicando ao seu consultório em São Paulo há mais de 20 anos. Lídia é casada com o ator Cássio Gabus Mendes.

Afastado da mídia há quatro anos, o ator José Mayer, de 71 anos, se recusou recentemente a participar de uma live com a atriz Maria Zilda. Ele afirmou que está fugindo da fama.

“Zilda querida, parceira de tantos momentos lindos! Tô fora dessa ciranda maluca dessa ‘vida célebre’, minha amiga”, afirmou.

Na gringa

O ator Macaulay Culkin, de 41 anos, é outro que se cansou da carreira no cinema e da vida agitada. Em entrevista para New York Magazine, confirmou estar “essencialmente aposentado”. O astro ficou conhecido depois da franquia “Esqueceram de Mim”, na década de 90.

Em seguida vemos a cantora Nelly Furtado, de 42 anos. Assim com os demais, ela também cansou da fama. Primeiramente, em 2000, lançou o seu álbum de estreia, “Whoa, Nelly!”, que vendeu mais de seis milhões de cópias.
Apesar de ser aclamada internacionalmente, a cantora e compositora não estava feliz.

Ela continuou a somar êxitos até 2010. Porém, naquele período, protagonizou um escândalo financeiro.

Contudo, em 2012, ela tentou voltar, com novo disco, mas, sentiu peso de cobranças até por sua forma física. Sendo assim, desistiu e foi trabalhar para uma pequena loja de discos.

Por fim, fica a dica de especialistas: Primeiramente, tem que se estar preparado para os prós e contras da fama. E avaliar até que ponto, para o seu modo de vida, vale o desgaste/ exposição.