Notícias às 06:00

Gil do Vigor sobre Fiuk no BBB21: ‘Queria o corpo dele nu’

Divulgação/TV Globo

Gilberto Nogueira “vigorou” como ele mesmo gosta de dizer e tem conquistado cada vez mais espaço após o “BBB21”, da TV Globo. Recém-contratado da Globo, o economista tem participado de programas de TV e fechado acordos com grandes marcas.

Sempre simpático, Gil já deixou claro em muitas entrevistas que pretende manter amizade com muitos ex-colegas de confinamento.

Em entrevista para a revista TiTiTi, ao ser questionada se a paixão por Fiuk era real ou apenas amizade, Gil brincou: “É tudo muito intenso, muito louco. Agora eu quero a amizade dele; lá dentro eu queria o corpo dele nu (risos). Aí a gente confunde isso com paixão. Não vou mentir para o Brasil que a verdade é essa.”

Gil ainda falou qual foi seu maior aprendizado no reality show.

“Acredito que a gente pode confiar um pouco mais nas pessoas e ter coragem de ser quem nós somos, não tem problema. A vida está aberta para nós vivermos de verdade e a gente não merece se privar para agradar alguém ou alguma coisa buscando ser aceito.”

Mãe de Gilberto Nogueira recebe a primeira dose da vacina

 

Dona Jacira Santana, mãe de Gilberto Nogueira, está parcialmente imunizada. Na tarde desta sexta-feira (14), a estudante de gastronomia recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19

"Gnte, hoje é um momento muito importante. Eu me vacinei! Minha primeira dose, eu estou muito feliz. Estou bem emocionada porque eu sei o que eu passei e o quanto é importante a gente se imunizar. Beijo para todo mundo", disse ela em vídeo compartilhados nas redes sociais.

Em conversa com a colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Jacira lembrou de quando foi infectada pelo vírus e reforçou a campanha pela vacinação.

"Comecei a ficar doente em abril e durante uns 20 dias fiquei muito ruim mesmo. Eu sofri bastante. Então, sei como é importante."

Ela também demonstrou muita torcida pela melhora da pandemia no Brasil que, segundo a Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde (IVIS), vinculada ao Ministério da Saúde, já acumula mais de 430 mil mortes.

"[…] Ontem eu vi na TV a jornalista tirando a máscara nos Estados Unidos. O meu sonho é ver isso aqui no Brasil. Não vejo a hora de todos podermos estar sem máscara e abraçando as pessoas. A minha vontade era de dar um grito de alegria, mas não vou fazer isso porque eu sei que ainda falta muito para o Brasil chegar no patamar que os Estados Unidos chegou."