Notícias às 01:40

Gusttavo Lima bate recorde e promete nova live

          

 

Isolamento voluntário segue firme aqui no Fuxico e tem muito artista que está usando esse período de quarentena para fazer o bem e entreter seu público. Gusttavo Lima organizou uma mega live de 5 horas de duração e deu o que falar. Com foco em ajudar instituições que estão precisando de alimentos e alcool gel, o cantor armou uma super estrutura em sua casa e fez um showzaço online. 
 
Com mais de 750 mil acessos simultâneos e mais de 13 milhões de visualizações, o cantor arrecadou toneladas de alimentos e 100 mil reais em doações. Além disso, Gusttavo quebrou o recorde que era de Beyonce. Durante a apresentação do Coachella, ela reuniu 458 mil espectadores online. 
 
O sucesso foi tão grande, que ele já marcou uma nova edição do Buteco em Casa para dia 11 de abril.
 
 

Nova live

Depois do sucesso da primeira live, o cantor prometeu um novo vídeo ao vivo com convidados mais do que especiais. Além dos sucessos do cantor, Gusttavo convidou Marília Mendonça e Henrique e Juliano para participarem de sua próxima live.

 

Coronavírus no Brasil

 

Até esta segunda-feira (30), o coronavírus teve uma disseminação bastante rápida: já foram infectados até a data, mais de 700 mil pessoas em 164 nações, com um total de 34.794 mortes. Além disso, as Secretarias Estaduais de Saúde contabilizam 4.256 infectados em todos os estados do Brasil. Segundo o Ministério da Saúde, há, até a data, 136 mortes no país.

No país foi decretado estado de emergência na semana passada e ocorreu a recomendação do fechamento de lojas, shoppings, clubes e academias, além da conscientização e proibição do uso de praias, parques, teatros, shows, etc.

Em São Paulo, o governo do Estado recomendou o cancelamento de eventos de lazer, culturais e esportivos, com mais de 500 participantes. Também determinou a suspensão imediata das aulas em universidades públicas e em escolas da rede pública e privada.

China e Coréia do Sul

 

Na segunda-feira (23) a China afirmou ter uma queda na quantidade diária de casos novos de coronavírus. Há 4 dias foram revertidos os casos de aumento e em Pequim, capital do país, foram reforçadas as medidas para combater a quantidade de infectados vindos do exterior.

A China teve 39 casos novos confirmados no domingo (22), de acordo com a Comissão Nacional de Saúde, e estes envolveram viajantes vindos do exterior, muitos deles estudantes chineses que voltavam para casa.

A Coreia do Sul também informou que teve o menor número de casos novos, desde o pico, que aconteceu no dia 29 de fevereiro. Tal queda levou mais esperança de que, o maior surto asiático fora da China, esteja recuando. Por lá, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KCDC) disseram que ocorreram 64 casos novos na segunda-feira (23), o que elevou a cifra nacional para 9.661. O total de mortos por lá subiu de 110 para 158. O pico aconteceu no dia 29 de fevereiro, com 909 casos.

Saiba mais sobre o coronavírus no mundo clicando aqui.