Notícias às 18:00

Halle Berry consegue reduzir pensão alimentícia do ex

Reprodução/Instagram

Halle Berry finalmente teve uma vitória na corte em relação ao pagamento de pensão ao seu ex-companheiro Gabriel Aubry, pai de sua filha Nahla Ariela, de 13 anos. Segundo informação do site The Blast os pagamentos de pensão alimentícia foram reduzidos pela metade. 

A atriz de 54 anos estava pagando ao modelo franco-canadense US$ 16.000 (R$ 88 mil) por mês desde 2014, mas ela conseguiu renegociar os termos do acordo e agora entregará a Aubry somente US$ 8.000 por mês em um acordo que entrou em vigor dia 1° de março. 

Além disso, de acordo com a publicação, Halle também dará a Gabriel um pagamento de pensão retroativo de US$ 85.000 (R$ 470 mil) e pagará os honorários de seus advogados, de US$ 5.000 (R$ 27 mil). 

Como parte do acordo Halle Berry continuará pagando as mensalidades da escola particular de Nahla e seu seguro de saúde, e se sua renda anual exceder US$ 1,95 milhão (R$  10 milhões) em qualquer ano, ela deve entregar um valor adicional para Gabriel. 

O ex-casal também concordou em resolver quaisquer disputas futuras com um juiz particular para evitar passar pelo sistema judicial e concordou em trocar informações sobre sua renda anual. 

O acordo aconteceu um mês depois de Halle – que também tem um filho de sete anos, Maceo, com o ex-marido, o ator Olivier Martinez – rotular os pagamentos de pensão alimentícia de "extorsão" e insistir que ambos os pais precisam assumir a responsabilidade financeira por seus filhos. 

Pensão

Halle Berry sempre tentou manter a privacidade dos problemas que enfrenta com seus ex, Gabriel Aubry, pai de sua filha Nahla, e Olivier Martinez, pai de seu filho Maceo. 

Mas, esta semana, a atriz quebrou o silêncio e rotulou seus pagamentos de pensão alimentícia de "extorsão" em uma aparente 'alfinetada' contra o modelo franco-canadense. 

A atriz de 54 anos foi condenada a pagar à Aubry, de 44, em 2014, US$ 16 mil (R$ 86 mil)  por mês para ajudar com sua filha Nahla, agora com 12 anos, e ela sugeriu que não acha que os pagamentos sejam "razoáveis" e solicitou na corte que ambos os pais assumam a responsabilidade financeira por seus filhos. 

No início da semana, Halle compartilhou um meme no Instagram que dizia 'mulheres não te devem nada', atraindo muitos comentários de seus seguidores. 

E em resposta, a atriz – que não mencionou Gabriel pelo nome – escreveu: "É preciso muita força todos os dias para pagá-lo. E a propósito, é errado e é extorsão! Já estou pagando há uma década. Eu sinto que se uma mulher ou um homem está tendo que pagar um sustento que é muito mais do que precisa para ajudar a APOIAR a criança, eu acho isso errado! Eu entendo que alguns pais (homem ou mulher) podem precisar de ajuda, mas também sinto que nos tempos modernos tanto homens quanto mulheres têm a responsabilidade de cuidar financeiramente de seus filhos e trabalhar duro e colocar todos seus esforços para fazê-lo." 

Halle – que também tem Maceo de sete anos com o ex-marido Olivier Martinez – acredita que a lei permite que alguns pais abusem do sistema para conseguir mais dinheiro para si. 

Ela escreveu: "Da forma como muitas leis são estabelecidas, as pessoas podem USAR as crianças para receber dinheiro para viver um estilo de vida que não apenas não ganhou, mas que está muito além das necessidades razoáveis ​​da criança e que é 'ERRADO' e onde vejo o abuso", alfinetou, criticando que as leis de pensão alimentícia  nos Estados Unodos estão 'desatualizadas' e insistiu que elas 'não refletem mais o mundo moderno'. 

Halle acrescentou: “Posso dizer que estou vivendo isso todos os dias e posso dizer que é difícil. Eu compreendo perfeitamente os sentimentos daqueles homens que sentem que são e foram aproveitados pelo sistema."