Notícias às 10:00

Influencer de 5 milhões de seguidores é preso após agressão; vítima teve dano no cérebro

Influencer Hays Grier

Reprodução/Instagram

O influencer Hayes Grier, que tem mais de 5,6 milhões de seguidores no Instagram foi preso na última no estado da Carolina do Norte. Segundo o TMZ, ele foi acusado de roubo, conspiração para cometer crime e agressão.

A publicação informou que um juiz pediu a prisão de Grier, pois ele tinha provas suficientes de um caso, que teria acontecido na segunda-feira da última semana onde o influencer teria agredido um homem chamado William Markolf e depois roubado seu telefone.

Mesmo sem saber os reais motivos para a agressão e o roubo, a vítima está enfrentando uma recuperação dolorosa, já que teve uma fratura no osso ocular, danos no cérebro, costelas machucadas, sangramento atrás da cabeça e perda de audição.

O mais incrível é que Hayes foi liberado após pagar fiança.

VEJA TAMBÉM:

+ Ítalo Ferreira: da prancha de isopor à glória eterna nas Olimpíadas. Veja fotos do medalhista

+ Douglas Souza no Onlyfans? Ele explica!

+ Antonela e Thomaz Costa discutem após combinação de votos

FAMA DE HAYES GRIER

Vale lembrar que Hayes Grier ficou muito popular no antigo aplicativo Vine, assim como o irmão dele, Nash Grier. Como se não bastasse os dois famosos, eles ainda são irmãos de Will Grier, que joga como quarterback, mesmo posição de Tom Brady, marido de Gisele Bündchen, mas no time Carolina Panthers no futebol americano.

ASTRO DO K-POP É PRESO POR ACUSAÇÃO DE ESTUPRO

O cantor Kris Wu, ídolo chinês que foi integrante do grupo de K-Pop sino-sul-coreano EXO antes de seguir carreira solo, foi preso após acusação de estupro. A notícia foi confirmada pela Agência de Segurança Pública de Chaoyang, em Pequim, na China, na rede social Weibo, similar ao Twitter.

Vale ressaltar que a ação mostra uma mudança drástica na Justiça chinesa, pois casos de agressão sexual na indústria do entretenimento, envolvendo celebridades chinesas não costumam ser resolvidos rapidamente.

O jornal “Diário do Povo”, mídia oficial do Partido Comunista da China, afirmou que a nacionalidade estrangeira de Kris Wu não pode ser usada como proteção para escapar das leis.

Veja+:

K-pop: Conheça os grupos promissores da nova geração

“Quem infringir a lei será punido por lei. Lembre-se: quanto maior a popularidade, mais você deve ser autodisciplinado; quanto mais popular você for, mais deverá obedecer à lei”, diz um trecho destacado pelo portal Global Times.

Diante da denúncia, pelo menos 15 marcas de luxo, como Porsche e Bulgari, desfizeram suas parcerias com Kris Wu, que pode perder até R$ 400 milhões. Ele negou as alegações e entrou com um processo contra Du Meizhu por difamação.