Notícias às 11:00

Jennifer Aniston quase ficou de fora de Friends

Reprodução/Instagram

Jennifer Aniston já passou por muitas coisas no começo de sua carreira e agora alguns desses momentos foram contados no novo livro do escritor Saul Austerlitz, chamado Generation Friends: An Inside Look at the Show thar Defined a Television Era (Geração Friends: Uma visão interna do programa que definiu a era da televisão).

Graças ao seu papel em Friends como Rachel Green, Aniston conquistou fama, dinheiro e admiração, porém por pouco ela ficou de fora da famosa série, e tudo por conta de seu peso.

Austerlitz revela que Jennifer quase perdeu o papel devido a insistência dos criadores da série para que ela perdesse peso.

"Ela precisava perder 14 quilos se quisesse ficar em Hollywood. Los Angeles era um lugar difícil para ser atriz, para ser mulher, e o agente de Jennifer Aniston não queria representá-la", escreveu Austerlitz.

Com seu pai sendo uma estrela de novelas (John Aniston), Aniston estava familiarizada com o fato dessa indústria ser difícil.

"Jennifer Aniston tinha poucos quilos a mais, todos viam que ela era linda, mas lamentavelmente a câmera aumentava 4,5 quilos", afirmou o autor.

Durante uma entrevista em 1996 com a revista Rolling Stones, Aniston falou sobre sua luta contra a perda de peso:

"O mais repugnante em Hollywood: você não consegue trabalho se estiver gorda. Eu pensava, 'O quê?', mas minha dieta era terrível. Batidas de leite e batata frita com molho", relembrou.

"Foi bom começar a prestar atenção na minha alimentação e no meu peso", acrescentou na época.

Para Jennifer Aniston série The Morning Show é terapeutica
Jennifer Aniston ajuda Brad Pitt com emblemática separação
Namorada de Brad Pitt mantém casamento aberto

Terapia

Jennifer Aniston falou sobre seu papel 'difícil' no programa The Morning Show, da AppleTV, e das várias formas que a série reflete em sua vida real.

A atriz interpreta Alex Levy, uma apresentadora de um programa de notícias matutino que precisa lutar por seu lugar logo após seu companheiro de bancada ser demitido por um escândalo de conduta sexual inapropriada.

A série mostra a personagem de Aniston forçada a manter sua imagem pública, inclusive frente a adversidade, injustiça e uma indústria dominada por homens que a subestimam constantemente.

Em declarações ao jornal Los Angeles Times, Aniston disse que ao ler o roteiro sentiu que o programa era terapêutico para uma geração como a sua, que agora está começando a falar sobre coisas como discriminação por gênero e a conduta sexual inapropriada na indústria do entretenimento.

"Esse programa mostra 20 anos de terapia em 10 episódios", disse Aniston, de 51 anos. "Houve momentos nos quais eu lia uma cena e sentia que tiraram a tampa de um bueiro", relembra.

A estrela de Friends, assim como sua personagem, pode se relacionar com o fato do público analisar todos os seus movimentos. Ela explicou que ela se relaciona a um nível profundamente pessoal com os momentos do programa nos quais Levy se obriga a fingir que está bem quando prefere sair do centro de atenção completamente.

O programa The Morning Show valeu a Jennifer uma nominação ao Emmy como atriz principal em uma série dramática. Essa foi sua primeira nominação na área do drama. Anteriormente, ela foi nominada cinco vezes por seu papel de Rachel Green em Friends, assim como por sua aparição como convidada na série 30 Rock, levando para casa uma vitória.