Notícias às 12:39

João Dória vai processar Sikêra Jr. e Patrícia Abravanel por homofobia

Foto: Doivulgação/ Governo de São Paulo/ Reprodução – Rede TV! / Reprodução – SBT

Através da Secretaria de Justiça e Cidadania de São Paulo, o governador João Dória vai processar os apresentadores Sikêra Jr. e Patricia Abravanel por LGBTIfobia. A Rede TV! e o SBT, emissoras em que eles atuam, também serão citadas na ação administrativa.

“O estado de São Paulo não tolera intolerância. Em 2009 instauramos 20 processos administrativos por LGBTfobia. Em 2020 foram 47, um aumento de 130%”, disse em comunicado o secretário da Justiça e Cidadania, Fernando José da Costa.

Na semana do Orgulho LGBTQIA+ ambos deram declarações polêmica. Sikêra Jr. chamou os homossexuais de ‘raça desgraçada’, perdeu praticamente todos os patrocinadores e teve de pedir desculpas na televisão, ao ver seu faturamento e audiência despencarem.

Já a filha de Silvio Santos polemizou no dia 02 de junho, no programa “Vem pra Cá”, do SBT, ao falar do vídeo do pastor fundamentalista Claudio Duarte, repostado por ator Caio Castro e Rafa Kalliman. Ela disse que os homossexuais precisam aceitar quando uma pessoa se posiciona contra.

“O que eu vou falar para o meu filho? Como falar?”, declarou, afirmando depois que não quer ser ofensiva.

Patrícia Abravanel é casada com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, e Sikêra Jr. apoiador e garoto-propaganda pago pelo governo do presidente Jair Bolsonaro.

A assessoria do SBT declarou que a emissora “não recebeu nenhuma notificação até o momento”. O mesmo ocorreu com a comunicação da emissora de Sikêra: “A RedeTV! Informa que não tem ciência do processo”.

Leia a íntegra do comunicado do secretário da Justiça e Cidadania:

O Governo de São Paulo e a Secretaria da Justiça e Cidadania não toleram a intolerância. Discriminação é crime. Estamos abrindo expedientes administrativos de casos de grande repercussão na mídia para apurar a prática de LGBTfobia contra o apresentador Sikêra Jr, a apresentadora Patricia Abravanel, além de dois vereadores, um de Itararé e outro de São José do Rio Preto.

Em 2019 instauramos 20 processos administrativos por LGBTfobia, em 2020 foram 47, um aumento de mais de 130%”.

REDE TV SE PRONUNCIOU SOBRE AS FALAS DE SIKÊRA

Logo que as falas homofóbicas de Sikêra Jr vieram à tona, a RedeTV! decidiu se pronunciar diante do ocorrido e emitiu um comunicado oficial na época.

O respeito à diversidade sexual e a não discriminação de cor, raça, gênero ou religião é uma tradição dos 22 anos de existência da RedeTV!, que possui uma programação plural e políticas internas de inclusão no seu sentido mais amplo. O compromisso com a população LGBTQIA+ faz parte dos valores editoriais e empresariais da RedeTV!.

A emissora reprova veementemente todos os tipos de discriminação e preconceito. Nesse sentido, a RedeTV! vem a público manifestar condenação a qualquer expressão de homofobia. Queremos também agradecer a todos os nossos colaboradores por ajudarem a construir uma empresa cada dia mais forte e plural.

No caso do lamentável episódio envolvendo o apresentador Sikêra Jr. às vésperas do Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, o mesmo desculpou-se publicamente durante o programa da última terça-feira, reconhecendo o equívoco de suas declarações perante a todos que se sentiram justificadamente ofendidos e a todos seus telespectadores, o que certamente servirá para o seu aprimoramento pessoal e profissional. Mesmo assim, a RedeTV! ressalta que tal comportamento não representa, de forma alguma, o posicionamento e o respeito da emissora à diversidade e população LGBTQIA+.

PATRÍCIA ABRAVANEL PEDIU DESCULPAS

Diante da avalanche de críticas, a filha de Sílvio Santos voltou atrás e pediu desculpas pela fala homofóbica além de conhecer ao vivo o significado de cada letra da sigla LGBTQIA+.

Ela teve auxílio de um funcionário que trouxe uma plaquinha com as explicações, e voltou a pedir compreensão quando uma fala soar preconceito.

“Não precisa nos ensinar com agressividade, tipo a Rafa e o Caio. A gente pode chegar para eles e falar: ‘Não foi legal por isso’”, disse.

“Vamos aprender com amor, com compreensão. Ninguém quer agredir ninguém, a gente quer aprender e crescer”.

Veja +: Ativista LGBTQIA+ quis processar Patrícia Abravanel

Tal momento foi compartilhado no perfil do Instagram de Patrícia, convidando seus seguidores a assistir o conteúdo.

“Aqui damos espaço de fala, de diálogo, buscamos aprender mais do que impor opiniões. Para quem, assim como eu, tem dificuldade de explicar a sigla LGBTQIA+, o nosso fotógrafo Gabriel Cardoso explicou tudo muito bem no programa ‘Vem Pra Cá’! Para quem não assistiu, convido a todos a aprender, refletir e, acima de tudo, amar mais”, escreveu Abravanel na legenda.

SENADOR PEDIU PROVIDÊNCAS CONTRA SIKÊRA JR.

No dia 28 de junho, o senador Fabiano Contarato (Rede – ES), que é assumidamente gay, pediu ao Ministério Público uma investigação contra Sikêra Jr. por homofobia.

“Liberdade de expressão não pode ser usada para cometimento de crimes, incitação à violência e ofensa à honra, à dignidade e à imagem”, destacou o político em publicação feita no Twitter.

Além disso, Ministério Público Federal (MPF) ajuizou uma ação civil pública contra o comunicador pela prática do crime de homofobia. O MPF assina a ação, em conjunto com a associação “Nuances – Grupo Pela Livre Expressão Sexual”, que atua na defesa dos direitos humanos da população LGBTQIA+, para que a RedeTV! e Sikêra paguem a indenização de R$ 10 milhões por danos morais coletivos. O valor será destinado à estruturação de centros de cidadania LGBTQIA+.

SIKÊRA JR. RESPONDEU COM IRONIA

Na noite do último domingo (18), o apresentador Sikêra Jr deixou os fãs confusos nas redes sociais ao publicar uma mensagem misteriosa. Ele disse que, apesar de ser um comunicador, ficou em silêncio, pois “seu limite foi atingido”.

Vale lembrar que Sikêra até perdeu patrocinadores por conta de comentários considerados homofóbicos durante seu programa na RedeTV!.

“Meu silêncio diz muita coisa, porque normalmente eu sou do tipo de pessoa comunicativa, que briga, que chora, que brinca, faz palhaçada, pede desculpas e faz de tudo para as coisas se resolverem. Mas se eu chegar no ponto de me calar e ficar distante, meu limite foi atingido”, diz a mensagem.

Veja+: Sikêra Jr no SBT? Apresentador fala tudo sobre o convite de Silvio Santos!

Na legenda, ele ainda escreveu: “Me aguardem”, mas deixou claro o que está preparando para o público.

ENTENDA O CASO

No mês de junho, a rede de fast-food Burger King divulgou um novo comercial que dividiu opiniões na web. A propaganda exibia a crianças falando da causa LGBTQIA+, mostrando que entendiam e normalizavam relacionamentos homoafetivos. Enquanto muitos apoiaram a atitude da marca, outros alegaram que não era certo envolver os pequenos na pauta, que também é de importância social e coletiva.

Veja+: Burger King vira alvo de xingamentos e elogios por campanha LGBTQIA+

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

Que rolo! Entenda o que está acontecendo entre Jade Picon, Neymar e João Guilherme

Cantora mexicana Yuri revela sequela rara da Covid-19

Relembre novelas e filmes que retratam a ditadura militar e a busca por liberdade

Rico! Thiaguinho tem faturamento anual de R$ 2 bilhões, diz revista

Ilha Record: Any Borges e Pyong são finalistas do reality