Notícias às 17:51

Jogadores infringem leis e Anvisa interrompe jogo entre Brasil x Argentina

Foto: Reprodução/ TV Globo

A pedido da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), agentes da Polícia Federal interromperam, na tarde deste domingo, 04 de setembro, a partida entre Brasil e Argentina, realizada na Arena Corinthians, em São Paulo, válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Isso porque quatro jogadores argentinos furaram a quarentena imposta pelo governo brasileiro por causa da pandemia da Covid-19.

Os atletas Emiliano Martinez, Emiliano Buendia, Giovani Lo Celso e Cristian Romero entraram de forma irregular no país ao negar que estiveram anteriormente no Reino Unido, o que exigiria que fossem submetidos a quarentena.

Três deles entraram em campo como titulares. Após a interrupção do jogo, os atletas das duas equipes foram para os vestiários. 

Apesar de a Anvisa ter notificado a Associação Argentina de Futebol (AFA) de que os atletas não poderiam deixar o hotel em que a delegação argentina estava concentrada, todos foram para a Arena Corinthians, em São Paulo. 

O repórter Eric Faria, da TV Globo, flagrou conversa entre o técnico da Seleção Brasileira, Tite, Lionel Scaloni, Messi, Neymar e outros jogadores.

“Por que não autuaram antes?”, indagou Messi, já de colete, dentro de campo.

Ao questionar Scaloni se iria jogar, Eric Faria ouviu: “Eu não decido”, respondeu.

Veja +: Luciano Huck fica tenso com treta no jogo entre Brasil x Argentina

ANVISA SUGERE QUE JOGADORES SEJAM DEPORTADOS

Durante a transmissão da partida, Galvão Bueno fez contato com Antonio Barra Torres, diretor-presidente da Anvisa, que explicou ao vivo na TV Globo a situação e disse que os jogadores da Argentina descumpriram o “regramento sanitário do país” ao entrar em campo, além de negar acordo para a realização do jogo.

“São quatro jogadores. Eles, ao chegarem em território nacional, apresentam a declaração de saúde do viajante. Neste documento não falava que eles passaram por um dos três países que estão restritos, justamente para a contenção da pandemia”.

“Mas depois foi constatado que eles passaram pelo Reino Unido. Foi constatado entre ontem de noite e hoje. Chegamos nesse ponto porque tudo aquilo que a Anvisa orientou, desde o primeiro momento, não foi cumprido. Eles tiveram orientação para permanecer isolados para aguardar a deportação. Mas não foi cumprido. Eles se deslocam até o estádio, entram em campo, há uma sequência de descumprimentos”, disse o dirigente da Anvisa.

“Esses quatro jogadores precisam ser deportados do Brasil”, completou.

A entidade comunicou o fato à Polícia Federal para que “providências no âmbito da autoridade policial sejam adotadas imediatamente”, de acordo com a nota da Anvisa.

A Anvisa pediu para que as autoridades do estado de São Paulo isolem os quatro e afirmou que eles não podem permanecer no Brasil.

“A Anvisa considera a situação risco sanitário grave, e por isso orientou às autoridades em saúde locais a determinarem a imediata quarentena dos jogadores, que estão impedidos de participar de qualquer atividade e devem ser impedidos de permanecer em território brasileiro”, afirma o órgão em nota.

O QUE DIZ A LEI

O protocolo de Covid-19 teve aceite de todos países que participam das competições da Conmebol – como Libertadores, Sul-Americana e, claro, Eliminatórias.

A portaria nº 655, de 23 de junho de 2021, estabelece regras para a entrada de estrangeiros no Brasil durante a pandemia de Covid-19, e diz o seguinte:

§ 7º O viajante que se enquadre no disposto no art. 3º, com origem ou histórico de passagem pelo Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, pela República da África do Sul e pela República da Índia nos últimos quatorze dias, ao ingressar no território brasileiro, deverá permanecer em quarentena por quatorze dias.

A partida foi cancelada, informou a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

O PÓBI DO LUCIANO HUCK….

Neste domingo, o5 de setembro, Luciano Huck assume o “Domingão”, o primeiro programa que o apresentador fará, após ter se despedido do “Caldeirão do Huck”, no último dia 28 de agosto.

A tensão já é grande numa estreia, claro. Luciano, pela manhã, já havia postado que está com frio na barriga.

““É neste domingo. Frio na barriga”, escreveu ele na legenda da imagem do “Domingão do Huck”.

O horário marcado para a estria é às 18h, porém, com a interrupção da partida Argentina e Brasil, ele ficou tenso.

“O que acontece quando você está pra entrar ao vivo depois do jogo e aí o jogo vai ser cancelado. Daí você pergunta: ‘será que eu vou entrar antes, será que o jogo vai voltar? Será que vão colocar um filme? Eu não sei, se alguém souber pode me avisar, por favor?

“São 16h21. E eu vou entrar antes? Vou entrar às seis mesmo? O que será que vai acontecer?”, questionou, ansioso.

A emissora, após todo o bafafá, decidiu colocar o filme “Círculo de Fogo” no ar, antes da estreia de Luciano, para acalmar o coração do apresentador. Que dia!

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

Jojo Todynho rebate acusações de traição e solta o verbo

Morre a ex-BBB9 Josy Oliveira

André Luiz Frambach garante que não traiu Rayssa Bratillieri

Rebeca Andrade fala sobre aposentadoria

Rose McGowan chama Oprah de falsa e ambicosa