Notícias às 04:00

Jovem atriz está na mira de Brad Pitt, segundo revista

Reprodução/Instagram

Andra Day pode ser o novo interesse romântico de Brad Pitt. Segundo a imprensa inglesa, o ator, ex-marido de Angelina Jolie, foi visto flertando com a atriz, cantora e compositora americana de 36 anos durante a entrega do Oscar em abril passado, em Los Angeles. De acordo com o jornal The Mirror, Pitt e Day teriam trocado números de telefone no evento, e teriam se encontrado. 

Pitt se apresentou na cerimônia, enquanto Day foi indicada para Melhor Atriz naquela noite por seu papel como Billie Holiday no filme “Estados Unidos vs. Billie Holiday”. 

Uma fonte revelou ao diário: “Eles estavam flertando nos bastidores (…) Pode ser apenas profissional, mas alguns dos amigos de Brad tem falado sobre o casal maravilhoso que formariam." 

A notícia chega poucos dias depois de Brad ter conseguido o direito de custódia conjunta de seus filhos com Jolie. 

 

Critica juiz

 

Angelina Jolie recentemente criticou o juiz que está conduzindo o processo judicial de divórcio da atriz e Brad Pitt. Segundo Angelina, o juiz não permitiu que os filhos do casal testemunhassem durante as audiências. 

Como a guarda das crianças é algo em questão no processo, a atriz ressalta sobre como é importante que os filhos possam falar com quem querem ficar. O juiz John Ouderkirk está conduzindo o tribunal para decidir acerca da custódia de cinco dos seis filhos do casal: Pax, de 17 anos; Zahara, de 16 anos, Shiloh, de 14 anos; e os gêmeos Vivienne e Knox, de 12. O mais velho, Maddox, tem 19, e não está incluído no processo por ser maior de idade. 

Segundo a legislação da Califórnia, adolescentes maiores de 14 anos podem ser ouvidos pela Justiça durante julgamentos que tratam de suas respectivas guardas e custodias. Por conta disso, a atriz julga importante que os próprios filhos possam testemunhar no tribunal. A defesa da famosa considerou a exclusão dos relatos um erro e pediu que a atitude fosse revista. 

Já os advogados de Brad Pitt consideraram a atitude do juiz “justa”, e que o pedido de defesa da atriz prejudicaria ainda mais a saúde e a estabilidade emocional das crianças. 

Lembrando que o casal se separou em 2016 com Jolie alegando que tomou a decisão para “manter a saúde da família”. A atriz não especificou qual violência o ator poderia ter cometido contra os filhos, e o processo segue em sigilo. Desde então, o casal disputa a guarda provisória das crianças.