Notícias às 07:00

Justin Bieber recomenda livro misógino e é criticado

Justin Bieber foi fortemente atacado nas redes sociais após recomendar um livro, considerado 'um guia para um bom casamento', devido ao seu conteúdo, supostamente repleto de frases machistas e misóginas.

O cantor compartilhou em suas redes a foto do livro 'His Needs, Her Needs', do escritor Willard F. Harley Jr., catalogado como 'literatura cristã', e disse que o texto era essencial para ele, pois o está ajudando a ter um casamento bem-sucedido com sua esposa Hailey Bieber.

Rapidamente, aqueles que sabiam do que se trata o livro começaram a atacá-lo, uma vez que muitos dos usuários descreveram esse texto como 'altamente machista, retrógrado e, em alguns casos, misógino', pois aconselha a mulher a se submeter ao marido, sempre à vontade para lisonjear, e deixar de lado suas próprias ambições profissionais para se interessar pelas atividades do marido.

O livro também menciona a fé cristã, uma doutrina que ultimamente Justin Bieber adotou com fervor.

O cantor não fez comentários sobre as críticas que recebeu.

"Eu estava morrendo", diz Justin Bieber. 

Entenda a doença que Justin Bieber está enfrentando

 

Justin Bieber chora em evento ao se lembrar da depressão 

 

Justin Bieber sobre vício em drogas: 'Estava morrendo'

Imagem do livro indicado por Bieber

Recentemente, Justin Bieber anunciou sua série documental e, no quinto episódio, fez um desabafo daqueles de deixar todo mundo de queixo caído. Ele contou que começou a fumar maconha aos 13 anos e usou outras drogas como ecstasy, cogumelos e lean, que é uma bebida que mistura codeína, bala, refrigerantes e às vezes opiáceos.

"As pessoas não sabem o quanto isso ficou sério. Eu estava morrendo", confessou.

Bieber ainda contou que seus hábitos eram fumar maconha e tomar comprimidos de manhã e, à noite, seus seguranças checavam seu pulso para ter certeza de que o cantor estava vivo enquanto dormia.

"As pessoas não tem ideia do quanto isso ficou sério", lembrou ele.

Justin Bieber ainda revelou que 'teve uma conversa com Deus' para ajudar a parar com as drogas.

"Basicamente disse a mim mesmo 'Deus, se você for real, me ajude a passar por essa fase, a parar com essas pílulas, essas coisas. E se você fizer isso, eu faço o resto do trabalho'. Aí, eu deixei as pílulas, mas nunca enfrentei a origem de tudo isso, então eu voltei (ao vício) como acontece com muita gente", lembrou.

Veja o trailer de série sobre a vida de Justin Bieber

 

Hailey Bieber pede para não ser zoada pelos dedos tortos

Taylor Swift expulsa Justin Bieber da academia e gera polêmica


Por sua vez, ele revelou que a luta ainda não acabou, mas segue cuidando de seu corpo para não ter recaídas.

"Eu abusei do meu corpo no passado e agora estou no processo de recuperação, tentando garantir que estou cuidando do meu corpo e tomando conta do que Deus me deu", afirmou.