Notícias às 01:00

Kim Kardashian reforma mansão milionária após separação de Kanye West

Reprodução/Instagram @kimkardashian

De acordo com o jornal inglês Daily Mail, Kim Kardashian fez uma série de mudanças importantes em sua casa desde que se separou de Kanye West. Os dois compraram o luxuoso imóvel de Hidden Hills em US$ 20 milhões (R$ 106 milhões), em 2017, e hoje a propriedade já está valendo aproximadamente US$ 60 milhões.

Uma fonte comentou que a mansão deve entrar no acordo de divisão de bens do seu atual processo de divórcio, apesar de todo o dinheiro que a empresária gastou para, por exemplo, fazer um labirinto orgânico no lugar, com uma imensa horta de frutas e vegetais.

"E ela está adicionando mais árvores ao terreno.", revelou o informante.

E Kim não deve querer perder essa casa, porque é onde vive com os filhos.

"Kim ama cada espaço [da casa] com seus filhos. Ela está realmente focada em sua família neste momento. Kim está com as crianças a maior parte do tempo. As crianças e ela gostam de fazer atividades ao ar livre juntas e todos passam muito tempo com os primos. Kim adora mantê-los ocupados, criativos e em movimento.", explica a fonte.

"[Kim] continua a ser uma ótima mãe e se concentra no trabalho. Ela tem uma tonelada de projetos futuros que a estão deixando super animada. Sua vida está definitivamente em ascensão."

Reprovada

Kim Kardashian pode ter encontrado um obstáculo em seu caminho para se tornar uma advogada. Em um clipe de um próximo episódio do reality show Keeping Up With the Kardashians, a empresária se mostrou preocupada ao revelar à família que reprovou em uma prova.

Mas o assunto não é recente. Atualmente Kim está no meio do caminho já para se formar advogada e a prova que ela fez, chamada 'baby bar', é o primeiro exame que um estudante de leis faz em seu primeiro ano na faculdade, nos Estados Unidos.

O Exame para Estudantes de Direito do Primeiro Ano, ou "baby bar", é um teste de um dia administrado remotamente. Nem todos os estudantes de direito precisam fazer, mas um candidato que é obrigado a passar no Exame de Alunos de Direito do Primeiro Ano não receberá crédito por nenhum estudo de direito até que o candidato seja aprovado no exame.

Ela contou no programa às suas irmãs: “Então pessoal, eu não passei no 'baby bar'".

Kim explicou no confessionário que, por trabalhar de forma independente, seus estudos levarão quatro anos em vez de três, e que esse teste é para algumas pessoas mais difícil do que a ordem "oficial" que lhe permitiria exercer a advocacia na Califórnia. Ela precisava de 560 pontos para passar, mas conseguiu apenas 474. Ela também admite que se sentiu "um fracasso" depois de passar horas e horas estudando todos os dias durante seis semanas e não conseguir a nota que precisava.

As irmãs de Kim, Kourtney e Khloe Kardashian, a incentivaram, dizendo que seu pai, Robert Kardashian, que era um importante advogado, ficaria orgulhoso dela apenas por tentar, e que ela definitivamente trabalhou muito e sacrificou o tempo de família.

Kim não deu mais spoiler sobre sua atual situação, mas ela precisa ser aprovada nesse teste em até três tentativas para então receber crédito por seus estudos. O teste é oferecido pela Ordem dos Advogados da Califórnia duas vezes por ano.