Notícias às 03:00

Lily Allen está em isolamento após filha ser exposta à Covid

Reprodução/Instagram

Lily Allen revelou em suas redes sociais que a filha foi exposta à Covid-19 por meio de uma coleguinha de classe, quando voltou às aulas na Inglaterra. A cantora contou que foi forçada a isolar-se e disse que está feliz de que já havia feito a maioria de suas compras de Natal antes de ter que ficar em quarentena pelas próximas duas semanas. 

A cantora, que é mãe de Ethel, de nove anos, e Marnie, de sete, com seu ex-marido Sam Cooper, disse que deve ficar em casa por duas semanas para garantir que nenhum membro de sua família pegue o vírus depois que ela recebeu um e-mail da escola das filhas pedindo para se isolarem. 

Ela escreveu no Instagram: “Quando você receber aquele e-mail no domingo à noite dizendo que alguém da classe de seus filhos tem Covid, você precisará se isolar com seu filho por duas semanas. Sorte eu não ter merd* nenhuma para fazer antes do Natal!!!!", comentou. 

Aberta ao prazer

 

Lily Allen, que lançou recentemente seu próprio brinquedinho sexual chamado Liberty,  comentou em entrevista com o programa de rádio Newsbeat, da BBC, que sua principal inspiração para participar nessa parceria com a empresa Womanizer foram as mulheres como ela. 

A cantora de 35 anos disse que as mulheres precisam ser mais abertas sobre a masturbação, e por isso considera que falar sobre o tema pode tirar o assunto do tabu. 

Allen comentou que deseja encorajar as mulheres a falarem abertamente sobre suas vontades sexuais. 

"Esse assunto ainda é um tabu, mas muita gente faz. Então porque não podemos falar com orgulho e sem culpa? Quando uma mulher fala sobre masturbação, é sempre tipo, 'Ah, certamente você não faz sexo o bastante com seu companheiro ou você não é desejada – ou está desapontada com a habilidade do seu parceiro'. É ridículo, arcaico e uma mentira. Você pode fazer sozinha e desfrutar com seu parceiro. É uma atitude co-dependente essa de ter prazer – de que precisamos de mais alguém – quando somos perfeitamente capazes de fazer isso sozinhas. Se você está com fome, você não espera alguém chegar em casa para comer uma torrada!", afirmou. 

Lily também disse que se sentia 'objetificada para o prazer masculino' durante o sexo quando era mais nova, mas que agora ela tem o controle de sua vida sexual. 

"Eu me sentia sozinha e não me sentia bem quando falava sobre esse assunto. E nos meus 20 anos eu sentia como se todo mundo tivesse fazendo, mas ninguém falava e eu não me encaixava. Eu me sentia objetificada quando se tratava de sexo na minha adolescência. Só quando eu comecei a masturbação, o amor próprio e os brinquedos sexuais que considerei as minhas necessidades. Estou em um lugar muito mais saudável agora, aos 35 anos. Queria ter percebido isso antes, teria me salvado de muita dor de cabeça!", assegurou.

Lily Allen lança seu próprio brinquedinho sexual
Lily Allen e David Harbour se casam em Las Vegas
Lily Allen quer filhos com o ator David Harbour