Notícias às 07:00

Little Mix entra em hiato oficialmente. Lembre a trajetória da girlband!

Little Mix
Foto: Divulgação

E então, lá em 2011, no programa “X Factor”, 4 garotas se inscreveram como artistas solo, e não imaginavam que suas vidas mudariam totalmente. São elas: Perry Edwards, Jade Thirlwall, Leigh-Anne Pinnock e Jesy Nelson. Na fase do bootcamp, onde muitos artistas eram cortados do programa, as 4 foram eliminadas. 

Mas algo aconteceu. Gary Barlow, Tulisa, Kelly Rowland e Louis Walsh discutiram e chamaram as 4 de volta ao palco, oferecendo a chance de seguirem como um grupo. Elas toparam e começaram a trilhar a jornada.

Leia+: Estátuas de cera do Little Mix surpreendem por semelhança

Antes de se tornarem Little Mix, elas escolheram o nome de Rhythmix, mas devido a direitos autorias, mudaram para o nome que as acompanhou até o hiato. Já durante o programa, o sucesso delas era notável.

Elas foram chamadas para fazer um show beneficente e foram julgadas pela superstar Jessie J na fase “Judges House” (Onde os participantes se apresentavam na casa do jurado mentor). Jessie foi convidada por Tulisa, a mentora oficial do grupo.

Em 11 de dezembro de 2011, elas se tornavam o primeiro grupo a vencer o The X-Factor. Numa final emocionante, cantando “Cannonball”, e lançando um single digital logo em seguida, elas foram direto até o topo das paradas britânicas, terra natal das queridas “misturinhas”.

Leia+: Oi? Integrante do Little Mix paga R$ 300 mil em anel que já era dela

Desde então as garotas foram uma máquina de sucessos! Em 2012, lançaram o álbum “DNA”, com os smash-hits “Wings”; “How Ya Doin?” e “DNA”. O álbum figurou no top 10 de vários países. 

HORA DE MUDAR

Em 2013, as meninas mudaram a sonoridade e o visual; ficaram mais adultas, apostaram em R&B com Pop e chegou então a era que marcou essa transformação: “Salute”. O primeiro single foi “Move”, que chegou ao terceiro lugar das paradas do Reino Unido, e deu sequência ao trabalho. Em seguida, as meninas apostaram em “Salute” ( Faixa- Título) e depois em “Little Me”. Devido ao sucesso, foram chamadas para fazer a campanha do Sport Relief em 2014, com um cover de “Word Up” da banda Cameo.

Little Mix em "Salute"
Foto: Divulgação

Mais tarde, um dos maiores hits da banda foi lançado: “Black Magic”, que ficou 3 semanas seguidas em primeiro lugar no UK Charts, e deu início a era “Get Weird”, uma das mais marcantes, e que contou com uma música, que foi adotada pela comunidade LGBTQIAP+, e escrita com essa intenção “Secret Love Song”.

Leia+: Cantora do Little Mix diz que comentários por sua cor a fizeram sentir-se diminuída

AMIZADE VERDADEIRA

As meninas sempre mantiveram os laços entre elas fortíssimos e, após um baque na vida de Perry Edwards, que foi o término do relacionamento com Zayn Malik (Ex-One Direction), as garotas voltaram com “sangue nos olhos” para sua próxima era, com uma música toda dedicada ao “chernoboy”. O hit figurou em primeiro lugar por mais de 4 semanas, tornando o Little Mix a primeira girlband a ter 4 singles na parada de singles oficial em primeiro lugar.

O hit? “Shout Out To My Ex” (Um salve para meu Ex, direto e reto).  Com isso, elas deram início a era Glory Days, que contou com mais hits como “ Power” ; “Touch” “No More Sad Songs” e rendeu uma parceria com CNCO em “Reggaetón Lento”.

Leia+: Nicki Minaj se mete em polêmica com integrantes da Little Mix

Little Mix
Foto: Divulgação

DISCUSSÃO COM A GRAVADORA

As meninas já tinham manifestado a vontade de sair da Syco, gravadora de Simon Cowell. Porém, as divergências ficaram muito mais claras no lançamento da sua próxima era, o LM5. Este foi o último trabalho com a Syco e rendeu algumas polêmicas para o magnata da música.

As meninas disseram que queriam um álbum apenas com participações femininas. E foi quase isso. “Woman Like Me” abriu os trabalhos, com Nicki Minaj, parceria que foi uma das mais desejadas pela girlband. 

Porém, revelaram que elas não gostaram da divulgação feita pela gravadora, que foi quase nula. Desde o “Glory Days” as parcerias eram feitas sem muito consentimento delas, tirando Charlie Puth e o rapper Stormzy. Fora outros escândalos nos bastidores.

Leia+: Após polêmica com Little Mix, fã dá bronca forte em Nicki Minaj

E também, a parceria com Ty Dolla Sign não parece ter sido ideias delas no remix de “Think About Us”. No fim, as meninas saíram da Syco e foram para a RCA Records.

A última era com torta de climão

“Confetti” foi o último álbum de inéditas. Lançado em 2020, veio recheado de hits, entre eles “Sweet Melody”, “Holiday” e “Break Up Song”. Tudo parecia que iria bem, mas a primeira bomba veio: A saída de Jesy Nelson causou um barulho enorme, e muita polêmica.

Jesy Nelson disse que saiu para cuidar da sua saúde mental, porém, alguns dias depois de sua saída, anunciou sua carreira solo. Os bastidores dessa saída pareceram ser conturbados, e as meninas seguiram o calendário de divulgação em trio. Os fãs até hoje não engolem a desculpa de Jesy, e parece que se estabeleceu uma rixa entre as três amigas e a ex-integrante do Little Mix.

Leia+: Cantora do Little Mix diz que se sentia ‘menor’ por sua cor

Jesy foi acusada de fazer “Blackfishing”, ou seja, usar a cultura negra em prol de seu sucesso, e a integrante Leigh Anne acabou falando sobre isso, e disse que várias vezes alertou a colega de banda, mas, que não houve mudança.

Fim?

Trio das Little Mix
Foto: Divulgação

Perry e Leigh-Anne anunciaram a gravidez juntas, já deram à luz, e neste último sábado, 14 de maio, fizeram o último show, para entrar em hiato, transmitindo ao vivo para os fãs. 

As 3 amigas seguem a parceria, e já anunciaram que seus lançamentos solos não irão ser conflitantes, ou seja, serão lançados em dias diferentes.

Leia+: Little Mix cancela gravação de clipe por causa do coronavírus

Recorde é sobrenome!

As meninas conquistaram muitas coisas como um grupo, sendo o maior depois das Spice Girls. Entre alguns deles:

Foi a primeira girlband a ganhar a categoria de “Melhor Grupo” no Brit Awards 2021; foram as primeiras a atingir o tempo de 100 semanas no Top 10 Official Singles Charts (Parada oficial do Reino Unido); primeiro grupo a vencer a franquia “X-Factor; todas as turnês do grupo entraram entre as mais vendidas, e lotaram várias vezes as arenas, entre elas a O2 Arena do Reino Unido; com DNA, o primeiro álbum da carreira, quebraram o recorde das Spice Girls, se tornando a segunda girlband a ter um álbum estreando em primeiro lugar, e ficando mais tempo que o da girlband dos anos 90.

Little Mix em "DNA"
Foto: Divulgação

REUNIÃO

As meninas não descartam se reunir novamente. O último show leva o nome de “For Now”, ou seja, “Por Enquanto”. É esperado que as meninas sigam em carreira solo e continuem abrilhantando o palco com seu carisma, amor pelos fãs e talento.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!